Investment grade traz nova porta de acesso a capital para empresas

Gestão de Recursos/Temas/Edição 57 / 1 de maio de 2008
Por , e


“O Brasil não vai ser inundado por uma enxurrada de dinheiro só por causa do grau de investimento.” A frase de Marcelo Carvalho, economista-chefe para o Brasil do Morgan Stanley, foi uma amostra das opiniões cautelosas emitidas em um seminário no dia 9 de abril. O encontro, com presença da Standard & Poor´s (S&P) no Brasil, ocorreu semanas antes do anúncio do investment grade pela agência de rating, que ocorreu no último dia do mês. No data em que a dívida de longo prazo do Brasil em moeda estrangeira passou para a categoria BBB , a Bovespa fechou com a maior alta desde 2002, de 6,33%.

A moderação está ligada à recessão norte-americana, que não vai poupar os emergentes e pode minimizar o impacto do grau de investimento no País, segundo o economista do Morgan Stanley. Outro inibidor dos efeitos do selo é a agenda microeconômica, que ele acredita ser um grande entrave para o desenvolvimento do Brasil. “O efeito simbólico é importante, mas não se deve esperar grandes saltos”, alerta ele.

Devido à espera pelo selo, uma parcela da valorização potencial dos ativos já tinha sido incorporada, observa Felipe Cruz, sócio da Argucia Capital Management. A grande mudança, avalia, será sentida no longo prazo, com a redução no custo de captação das empresas. “Principalmente para as companhias que não tinham grande acesso a capital, o ganho vai ser importante, por trazer maior facilidade com preços mais atraentes.”

Otimista, o coordenador do Centro de Estudos em Finanças da Fundação Getulio Vargas, William Eid Júnior, acredita que o mercado se beneficia do rating da S&P imediatamente. “Dois fatores vão se somar ao impacto do grau de investimento: o crescimento da economia americana, de 0,6%, duas vezes maior do que o esperado, e a sétima redução consecutiva da taxa de juros do Federal Reserve (o banco central americano)”, diz ele, referindo-se às duas outras notícias positivas divulgadas no mesmo dia do grau de investimento.

Na perspectiva do professor, o rating deve abrir caminho para eurobonds mais baratos e para o aporte imediato de recursos de fundos de pensão estrangeiros que se guiam pelos ratings. “Se não vier nada de diferente nos próximos meses, estamos entrando numa espiral ascendente.” Para Eid, o movimento natural do mercado é que a Fitch e a Moody’s, as outras duas principais agências de classificação de risco, elevem o País a grau de investimento em breve.


Quer continuar lendo?

Faça um cadastro rápido e tenha acesso gratuito a três reportagens mensalmente.

Tenha o melhor conteúdo do mercado de capitais sem limites ou interrupção.
Assine a partir de R$ 36/mês!
Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} matérias gratuitas por mês

Você atingiu o seu limite de {{limit_online}} matérias por mês. X

Ja é assinante? Entre aqui >

ou

Aproveite e tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo sobre mercado de capitais!

Básica

R$ 36 00

Mensal

Acesso Digital
-
Desconto de 10% em grupos de discussão, workshops e cursos de atualização
Acervo Digital

Completa

R$ 42 00

Mensal

Acesso Digital
Edição Impressa
Desconto de 10% em grupos de discussão, workshops e cursos de atualização
Acervo Digital

Corporativa

R$ 69 00

Mensal

Acesso Digital - 5 senhas
-
Desconto de 15% em grupos de discussão, workshops e cursos de atualização
Acervo Digital

Clube de conhecimento

R$ 89 00

Mensal

Acesso Digital - 5 senhas
-
Desconto de 20% em grupos de discussão, workshops e cursos de atualização
Acervo Digital | Acervo de Áudios



Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  investment grade Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Bovespa continua com altos volumes, apesar da crise
Próxima matéria
Empresas ganham aval para ir ao Novo Mercado



Comentários

Escreva o seu comentário sobre este texto!

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Recomendado para você





Leia também
Bovespa continua com altos volumes, apesar da crise
Mesmo com o baixo apetite por ofertas iniciais de ações (IPOs), o investidor estrangeiro parece confiante na boa forma...
{"cart_token":"","hash":"","cart_data":""}