Investidor pessoa física alavanca market share

Captação de recursos / Temas / Edição 72 / 1 de agosto de 2009
Por 


A Bovespa passou por algumas transformações nos últimos anos. Uma delas foi o sensível aumento de foco nos investidores de varejo. Que o digam as corretoras que apostaram nesse filão, como a XP Investimentos. Atualmente, a corretora responde pela nona maior participação no volume total negociado na Bolsa, à frente de nomes consagrados como Bradesco, Merrill Lynch e Fator. Nada mal para uma empresa que começou em 2001, em Porto Alegre, como agente autônomo de investimentos. Os títulos de corretora foram comprados apenas em 2007, pouco antes da desmutualização das bolsas.

O varejo sempre foi o foco principal da XP. No começo, Guilherme Benchimol, hoje diretor geral da corretora, batia de porta em porta buscando novos aplicadores. Foi quando percebeu o enorme interesse que o mercado de capitais despertava na pessoa física, ao mesmo tempo em que faltavam informações básicas sobre seu funcionamento. “Vimos que existia uma grande oportunidade em ensinar os investidores”, conta Benchimol. A criação de cursos foi uma consequência natural, assim como a transformação de cerca de metade dos alunos em clientes. Com crescimento de 100% ao ano nos últimos dois anos, a corretora continuará investindo em educação. Hoje, oferece cursos regulares em 64 cidades, além de apostar na melhoria das plataformas de negociação e nas informações oferecidas aos aplicadores através de relatórios próprios de análise.

Quem também galgou posições no ranking da Bovespa foi a Link Investimentos. Saiu da décima posição em 2007 para a sétima no acumulado do primeiro semestre deste ano. Os investidores do varejo, que incluem o segmento private, ganharam relevância nos últimos dois anos e contribuíram para essa conquista. Correspondiam a 0,5% do volume transacionado pela corretora e hoje representam 7% do volume e 25% do faturamento. A Link atribui o ganho de market share à sua filosofia de recursos humanos. “Todos os funcionários são sócios, o que ajuda a atrair e manter bons profissionais”, afirma Norberto Giangrande, diretor da Link.



Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  Bovespa market share Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Follow-ons ainda guardam conflito de interesses
Próxima matéria
Internacionalização chega às corretoras brasileiras




Recomendado para você




Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Leia também
Follow-ons ainda guardam conflito de interesses
As empresas do setor financeiro representaram 93,6% do volume total captado com ofertas de ações ao longo do primeiro semestre....