Informação com arte

Captação de recursos/Editorial/Temas/Edição 73 / 1 de setembro de 2009
Por     /    Versão para impressão Versão para impressão


Revistas são cheias de particularidades. Além de conteúdo aprofundado, textos bem escritos e abordagens inéditas, requerem um acabamento diferenciado e visual atraente para garantir o seu lugar ao sol. Na CAPITAL ABERTO, como não podia deixar de ser, essa é uma preocupação desde sempre. Da escolha do papel, à laminação da capa e às ilustrações, tudo é pensado para refletir a identidade que nos propomos a construir: uma publicação diferenciada em cada detalhe, com a missão de oferecer o melhor conteúdo do mercado de capitais.

Fazer uma revista sobre o tema de finanças e negócios é um desafio, principalmente, na parte visual. Quando o tema é consumo ou decoração, não há dúvida de que cores e formas dão conta de embelezar as páginas e agradar ao leitor. Já nas publicações de negócios, as fotos de executivos e outros entrevistados são o caminho mais percorrido, adotado por diversas publicações respeitadas. Com o desafio de fazer diferente, escolhemos a alternativa das ilustrações, com a proposta de que, além de imprimir cor e leveza à revista, elas contribuam para o ofício de bem informar.

Nesta edição de sexto aniversário, aproveitamos para renovar esse compromisso, introduzindo um novo estilo de ilustração. A técnica apurada e a criatividade de Alex Silva, nosso ilustrador desde a primeira edição, são aplicadas agora a um formato mais artesanal e lúdico. Elementos humanos, essenciais quando se contam histórias de investimentos, tornam-se muito mais frequentes nas cenas criadas pela nova ilustração. Falar de mercado de capitais é, afinal, contar histórias de pessoas que confiam no potencial de outras para fazerem o seu patrimônio prosperar.

Por falar em gente, também nesta edição conferimos uma página adicional à seção Retrato, em que procuramos conhecer um pouco mais da história de personagens que influenciam o mercado de capitais. Mais do que uma solução para aprimorar a diagramação deste espaço, este é um reconhecimento à arte de retratar e celebrar a vida, desenvolvida com primor pela jornalista Marta Barcellos.

A edição deste mês traz também pequenos retoques na diagramação da CAPITAL ABERTO. Conduzidos pelo olhar criterioso do nosso diretor de arte, Eric Peleias, eles cunham um visual mais leve à publicação, preservando os princípios de clareza e simplicidade que desde sempre orientaram a distribuição dos textos e imagens.

Por fim, como em todos os anos, procuramos uma abordagem diferente para marcar a edição de aniversário. Escolhemos seis questões que ainda nos parecem um tanto obscuras e buscamos as melhores fontes para nos ajudar a entendê-las. As respostas, nem todas com uma explicação definitiva, relatam muitas das mudanças do mercado de capitais brasileiro nos últimos seis anos.




Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  finanças negócios Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Investigando a governança
Próxima matéria
Antes de investir



Comentários

Escreva o seu comentário sobre este texto!

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Recomendado para você





Leia também
Investigando a governança
Prestar um serviço ao leitor é tão gratificante para o jornalista quanto dar uma notícia com exclusividade ou em primeira...