Indústria de PE global tem a menor captação em seis anos

Bimestral/Relações com Investidores/Internacional/Temas/Edição 90 / 1 de fevereiro de 2011
Por 


O volume de captação de recursos da indústria de private equity global levou um tombo em 2010, de acordo com dados da consultoria Prequin. Ao todo, foram levantados US$ 225 bilhões, o menor número desde 2004, quando a captação dos fundos de capital de risco atingiu US$ 210 bilhões. O volume é também bem menor que o registrado em 2008, por exemplo, ano em que esses fundos captaram US$ 553,8 bilhões.

O baixo volume ainda é resquício do terremoto financeiro. Apesar de o auge da crise ter passado, os investidores permanecem conservadores, principalmente nos países em que a recuperação tem sido mais lenta. Segundo a Prequin, o tempo médio para um fundo de private equity angariar os recursos necessários subiu de 15,5 meses, em 2009, para 20,4 meses, em 2010. O fato de a crise ter dificultado a venda de companhias — uma das portas de saídas desses fundos — também ajudou a diminuir a exposição dos investidores. Antes de fazer novos investimentos, eles preferem se assegurar de que vão colher bons retornos com aqueles que já possuíam.

As perspectivas para 2011 são mais animadoras. Uma pesquisa feita pela Prequin mostra que 54% dos investidores planejam investir mais em private equity em 2011 do que em 2010. A expectativa é que o volume de captação aumente neste ano, atingindo cerca de US$ 300 bilhões.


Quer continuar lendo?

Faça um cadastro rápido e tenha acesso gratuito a três reportagens mensalmente.

Tenha o melhor conteúdo do mercado de capitais sem limites ou interrupção.
Assine a partir de R$ 36/mês!
Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} matérias gratuitas por mês

Você atingiu o seu limite de {{limit_online}} matérias por mês. X

Ja é assinante? Entre aqui >

ou

Aproveite e tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo sobre mercado de capitais!

Básica

R$ 4, 90*

Nos três primeiros meses

01 Acesso Digital
-
10% de Desconto em grupos de discussão e workshops
10% de Desconto em cursos
Acervo Digital
sem áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$36,00

Completa

R$ 9, 90

Nos três primeiros meses

01 Acesso Digital
01 Edição Impressa
10% de Desconto em grupos de discussão e workshops
10% de Desconto em cursos
Acervo Digital
sem áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$42,00

Corporativa

R$ 14, 90

Nos três primeiros meses

05 Acessos Digitais
01 Edição Impressa
15% de Desconto em grupos de discussão e workshops
15% de Desconto em cursos
Acervo Digital
sem áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$69,00

Clube de conhecimento

R$ 19, 90

Nos três primeiros meses

05 Acessos Digitais
01 Edição Impressa
20% de Desconto em grupos de discussão e workshops
20% de Desconto em cursos
Acervo Digital
com áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$89,00

**Áudios de todos os grupos de discussão e workshops.




Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  investimentos Private equity e venture capital Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Esma substitui CESR na regulação do mercado de capitais europeu
Próxima matéria
Acionistas brigam por plano de sucessão na Apple



Comentários

Escreva o seu comentário sobre este texto!

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Recomendado para você





Leia também
Esma substitui CESR na regulação do mercado de capitais europeu
Substituta do Committee of European Securities Regulators (CESR) na função de regular o mercado de capitais europeu desde...