O selo ESG é de verdade?

A Volkswagen está no centro de um dos maiores escândalos corporativos do momento: a empresa instalou em alguns motores um software que fraudava o resultado de emissões de gases poluentes. Não faltam, nas mídias sociais, discussões sobre as falhas de governança que teriam levado a tamanho …



Ilustração: Grau 180.com

Ilustração: Grau 180.com

A Volkswagen está no centro de um dos maiores escândalos corporativos do momento: a empresa instalou em alguns motores um software que fraudava o resultado de emissões de gases poluentes. Não faltam, nas mídias sociais, discussões sobre as falhas de governança que teriam levado a tamanho desrespeito com consumidores — e com
os acionistas.

No Twitter, usuários comentam que o escândalo é uma prova de que a sigla ESG — usada para designar companhias responsáveis ambiental e socialmente e com boa governança — não serve só para se ter uma boa imagem. Outros questionam se o selo ESG tem mesmo conexão com a realidade: a montadora alemã se vendia como uma companhia alinhada a esses valores e assim era considerada por muitos fundos.

“Será que as informações sobre ESG são confiáveis?” pergunta uma usuária. A montadora tem frequentemente postado frases do seu novo CEO, Matthias Muller, no Twitter. Todas são respondidas por consumidores furiosos, que exigem seu dinheiro de volta por terem
sido enganados.


Quer continuar lendo?

Faça um cadastro rápido e tenha acesso gratuito a três reportagens mensalmente.
Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} matérias gratuitas por mês

Você atingiu o seu limite de {{limit_online}} matérias por mês. X

Ja é assinante? Entre aqui >

ou

Aproveite e tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo sobre mercado de capitais!

Acessar loja >




Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  ESG fraude Volkswagen Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Oferta de ações da General Shopping via 476 é vendida para um só acionista: o controlador
Próxima matéria
Os vícios do poder



Comentários

Escreva o seu comentário sobre este texto!

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Recomendado para você