Mais transparentes

Companhias indianas vão além do que pede a lei, mas ainda há muito a melhorar

Governança Corporativa / Internacional / 12 de agosto de 2017
Por 


Ilustração: Rodrigo Auada

Ilustração: Rodrigo Auada

As companhias indianas intensificaram a adesão voluntária a boas práticas de governança corporativa e estão mais transparentes, mostra um levantamento da FTI Consulting que analisou as maiores empresas do país.

De acordo com o estudo, determinadas práticas de transparência consideradas básicas, mas ainda não exigidas por lei, passaram a ser adotadas por um número maior de empresas indianas. Um exemplo é a divulgação de transcrições de conferências de resultado — 78 das 100 maiores companhias da Índia adotaram essa prática em 2017, ante menos da metade em 2015. Por outro lado, 22% das empresas cometeram pelo menos uma falha na hora de divulgar itens obrigatórios. Parece muito, mas, de qualquer maneira, o percentual é decrescente: em 2016 foi 29% e, no ano anterior, 59%.

Apesar da melhora, no ranking de “transparência voluntária” da FTI, que dá notas de 1 a 8 às companhias, quase um quarto das 100 maiores empresas indianas ganhou nota quatro, duas ficaram com nota um e uma tirou zero.

 

 


Quer continuar lendo?

Você já leu {{limit_offline}} conteúdo(s). Gostaria de ler mais {{limit_online}} gratuitamente?
Faça um cadastro!

Tenha o melhor conteúdo do mercado de capitais sem limites ou interrupção.
Assine a partir de R$ 36/mês!
Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} reportagens gratuitas

Seja um assinante!

Você atingiu o limite de reportagens gratuitas. Que tal se tornar nosso assinante? Além do acesso ao mais especializado conteúdo do mercado de capitais, você terá descontos de até 30% em nossos encontros e cursos. Aproveite!


Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  Governança Índia Internacional Transparência companhias indianas Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Melhor sem ele
Próxima matéria
Vigência da MP 784 é prorrogada por 60 dias




Recomendado para você




Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Leia também
Melhor sem ele
  "Apesar das especulações que dizem o contrário, o Benchmark está incrivelmente otimista com o futuro do Uber....