Governança em 140 toques

Bimestral / Governança Corporativa / Edição 98
/ 1 de outubro de 2011
Por     /    Versão para impressão Versão para impressão


“Será que o Twitter e outras mídias sociais podem servir de ponte entre as preferências dos beneficiários dos fundos de pensão e o comportamento de seus gestores”? Essa foi uma das questões “tuitadas” por Julian Poulter, diretor executivo do Climate Institute, organização ambiental australiana, durante congresso da International Corporate Governance Network. O evento ocorreu em Paris, entre 12 e 14 de setembro, e reuniu ativistas em governança corporativa. Vários deles escreveram sem parar no Twitter sobre as discussões do congresso. Para identificar os comentários sobre o evento os participantes usaram a palavra–chave #ICGN11.


Quer continuar lendo?

Faça um cadastro rápido e tenha acesso gratuito a algumas reportagens.

Tenha o melhor conteúdo do mercado de capitais sem limites ou interrupção.
Assine a partir de R$ 36/mês!
Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} reportagens gratuitas

Seja um assinante!

Você atingiu o limite de reportagens gratuitas. Que tal se tornar nosso assinante? Além do acesso ao mais especializado conteúdo do mercado de capitais, você terá descontos de até 30% em nossos encontros e cursos. Aproveite!


Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  Twitter International Corporate Governance Network Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Prefeitura de Florianópolis estreia no mercado de capitais
Próxima matéria
Butiques para todos



Comentários

Escreva o seu comentário sobre este texto!

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Recomendado para você





Leia também
Prefeitura de Florianópolis estreia no mercado de capitais
No mês passado, a prefeitura de Florianópolis, em Santa Catarina, contratou o administrador de seu primeiro fundo de investimento...