Vida sem café vale a pena?

A página da CVM se esforça para educar investidores e incentivá-los a poupar. Em abril, explicou como economias simples podem ter grande impacto no futuro

Gestão de Recursos / N@ Web / Edição 129 / 1 de maio de 2014
Por 


A página da CVM se esforça para educar investidores e incentivá-los a poupar. Em abril, explicou como economias simples podem ter grande impacto no futuro. Citou, por exemplo, o cafezinho de cada dia: os R$ 0,70 gastos com uma singela xícara, se poupados e investidos, poderiam resultar em mais de R$ 20 mil ao fim de 30 anos. A postagem fez sucesso, com quase 30 compartilhamentos. Mas não passou sem polêmica; afinal, mexeu com uma paixão nacional. “Quanto vale uma vida sem tomar cafezinho?”, perguntou um seguidor. A autarquia logo disse que não seria problema manter o café e cortar outros custos.

Link: http://on.fb.me/1hqf532

Ilustração: Marco Mancini/Grau180.com


Quer continuar lendo?

Você já leu {{limit_offline}} conteúdo(s). Gostaria de ler mais {{limit_online}} gratuitamente?
Faça um cadastro!

Tenha o melhor conteúdo do mercado de capitais sem limites ou interrupção.
Assine a partir de R$ 36/mês!
Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} reportagens gratuitas

Seja um assinante!

Você atingiu o limite de reportagens gratuitas. Que tal se tornar nosso assinante? Além do acesso ao mais especializado conteúdo do mercado de capitais, você terá descontos de até 30% em nossos encontros e cursos. Aproveite!


Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  CVM CAPITAL ABERTO mercado de capitais educação financeira Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
As aparências não enganam, não
Próxima matéria
Discrição em primeiro lugar




Recomendado para você




Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Leia também
As aparências não enganam, não
Se a empresa não vai bem, até a aparência do CEO pode ser criticada. É o que está acontecendo na Lululemon, marca de roupas...