Mercado secundário de FIIs dispara e supera o de renda fixa

Bimestral / Gestão de Recursos / Edição 103 / 1 de Março de 2012
Por 


Somente em janeiro deste ano, os 68 fundos de investimento imobiliário (FIIs) listados na BM&FBovespa movimentaram mais de R$ 70,4 milhões, volume 60% superior ao registrado em igual período do ano passado. Em 2011, o mercado secundário de cotas de FIIs ultrapassou a casa dos R$ 900 milhões. As cifras impressionam, especialmente por se tratar de um investimento de lastro imobiliário e com investidores, tradicionalmente, voltados para o longo prazo.

O desempenho já supera a movimentação de títulos de renda fixa em geral. No ano passado, os negócios realizados no Bovespa Fix e no Soma Fix somaram R$ 268 milhões, montante 31% inferior ao observado no exercício anterior. As debêntures, papéis mais negociados dessa categoria, movimentaram apenas R$ 142,78 milhões.

Para especialistas, o crescimento das negociações secundárias é fruto da demanda por FIIs no mercado primário. As duas emissões públicas de cotas desses fundos deste ano somam R$ 170,2 milhões. Em 2011, foram 39 ofertas realizadas pela Instrução 400 e um total de R$ 7,6 bilhões captados. Com o resultado, os FIIs se tornaram o segundo valor mobiliário mais emitido do período, atrás apenas das ações, que levantaram R$ 14,7 bilhões. “O mercado secundário é um reflexo do que acontece na indústria de fundos: maior procura por FIIs para diversificação de portfólios”, avalia Vitor Bidetti, diretor da Brazilian Mortgages. A isenção fiscal é outro chamariz importante. Os investidores de fundos com pelo menos 50 cotistas que não concentrem, individualmente, mais de 10% das cotas não pagam imposto de renda sobre os lucros auferidos.

O surgimento de arranjos customizados envolvendo FIIs pode fomentar ainda mais o mercado secundário das suas cotas. “A demanda por estruturas jurídicas para fundos imobiliários é crescente, especialmente em áreas pouco exploradas, como os setores hoteleiro e logístico”, afirma Bianca Araújo, coordenadora da área de mercado de capitais do escritório Bicalho e Mollica.



Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  Renda fixa FIIs Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
O direito é do proprietário
Próxima matéria
Momento iluminado




Recomendado para você




Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Leia também
O direito é do proprietário
O empréstimo de ações é uma operação econômica cada vez mais frequente nos mercados de capitais. Decorre da existência...