Menos dinheiro para as assets

Tecnologia avança e derruba taxas de fundos de investimento

Gestão de Recursos / Internacional / 11 de maio de 2017
Por 


Firmas de private equity e hedge funds costumavam ganhar dinheiro seguindo um modelo chamado de “dois-vinte”: 2% de taxa anual, mais 20% de taxa de performance se o fundo ultrapassar certos critérios de sucesso. Pois ultimamente as taxas têm caído cada vez mais. São vários os motivos, como resultados ruins, aumento do poder de barganha de grandes investidores e desinteresse crescente desses clientes por esses veículos. Mas há outra razão, que vinha sendo pouco comentada até agora: o avanço da tecnologia.

Estudo publicado no fim de abril pelo pesquisador Wulf Kaal, da Universidade de Minnesota, lista três fatores que contribuem para a queda das taxas cobradas por esses gestores: inteligência artificial, big data (cruzamento de grandes bases de dados) e tecnologia blockchain (o tipo de estrutura usada para negociações da moeda virtual bitcoin).

Esses três pilares permitem que os fundos façam transações de maneira muito mais rápida, eficaz e barata. Com isso, as gestoras mais modernas, que já se aproveitam dos avanços, conseguem cobrar menos de seus clientes, pressionando outros players a seguir o mesmo caminho. O estudo cita como exemplo um fundo da empresa Lending Robot, cujas transações são quase totalmente feitas por máquinas. Ela cobra uma taxa anual de apenas 1,59% dos investidores.


Quer continuar lendo?

Faça um cadastro rápido e tenha acesso gratuito a algumas reportagens.

Tenha o melhor conteúdo do mercado de capitais sem limites ou interrupção.
Assine a partir de R$ 36/mês!
Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} reportagens gratuitas

Seja um assinante!

Você atingiu o limite de reportagens gratuitas. Que tal se tornar nosso assinante? Além do acesso ao mais especializado conteúdo do mercado de capitais, você terá descontos de até 30% em nossos encontros e cursos. Aproveite!


Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  private equity Gestão de Recursos Fundos de investimento Internacional hedge funds tecnologia investimento asset Blockchain Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
A revolução das máquinas
Próxima matéria
De castigo




Recomendado para você




Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Leia também
A revolução das máquinas
Como de costume, a assembleia anual da Berkshire Hathaway, cuja edição de 2017 aconteceu na semana passada, foi palco...