Meio ambiente preocupa acionistas americanos

Gestão de Recursos/Internacional/Edição 130 / 1 de junho de 2014
Por 


Na temporada de assembleias deste ano, um assunto preocupa em especial os acionistas americanos. De acordo a Ceres, organização que advoga a favor da sustentabilidade entre empresas e investidores institucionais, 134 propostas relativas ao meio ambiente foram submetidas por gestores de fundos até 20 de maio. No ano passado, foram 108 no total.

Dessas propostas, apenas cinco foram omitidas pelas companhias, mediante autorização da Securities and Exchange Commission (SEC). Outras 25 foram votadas, mas não obtiveram o apoio da maioria. A grande parte foi retirada da pauta pelos proponentes porque a empresa se comprometeu a tratar dos assuntos. As propostas cobravam, principalmente, que as companhias estabelecessem metas de emissão de carbono.

A preocupação com as mudanças climáticas cresce também no mercado de fundos de índice negociados em bolsa (ETF, na sigla em inglês). A BlackRock, maior gestora de recursos do mundo e líder na comercialização do produto, anunciou, no fim de abril, o plano de lançar um ETF que excluirá companhias ligadas à indústria de combustíveis fósseis. O fundo será lastreado num novo índice de ações do FTSE Group.

Ilustração: Eric Peleias




Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  CAPITAL ABERTO mercado de capitais ETF assembleia BlackRock proposta de acionista FTSE Group meio ambiente Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Pílula mal feita
Próxima matéria
Faltam conselheiros independentes na Índia



Comentários

Escreva o seu comentário sobre este texto!

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Recomendado para você





Leia também
Pílula mal feita
Não é de hoje que elas são confusas. Desde que foram inseridas nos estatutos sociais, após o movimento de ofertas públicas...