Mais transparência para a indústria de private equity

Gestão de Recursos/Internacional/Edição 144 / 1 de agosto de 2015
Por 


A indústria de private equity está sofrendo pressão por mais transparência nos Estados Unidos. Um grupo formado de altos funcionários estaduais americanos (tesoureiros e controllers) escreveu uma carta à Securities and Exchange Commission (SEC) pedindo que os gestores de private equity relatem todas as taxas cobradas dos cotistas de forma clara e consistente, noticiou, em julho, o Financial Times. O grupo explica, na carta, que a ausência de práticas uniformes de divulgação das taxas, combinada à complexa estrutura de custos desses veículos traz sérias dificuldades para os fundos de pensão americanos proporcionarem aos seus membros um relatório completo dos custos de contratação de gestores de private equity. Como resultado, a fundações divulgam regularmente aos seus participantes apenas as taxas de administração pagas. Outros encargos importantes, como taxas de incentivo, não são relatados. Os fundos de pensão americanos direcionam cerca de 9,4% dos seus ativos a esse tipo de investimento.

O maior fundo de pensão dos Estados Unidos, o Calpers, com US$ 300 bilhões em ativos de funcionários públicos e aposentados na Califórnia, está trabalhando na implementação de um sistema que permitirá o reporte das taxas pagas aos gestores com mais clareza. Até setembro, será capaz de informar pela primeira vez qual montante já pagou a título de taxa de performance.


Quer continuar lendo?

Faça um cadastro rápido e tenha acesso gratuito a três reportagens mensalmente.
Tenha o melhor conteúdo do mercado de capitais sem limites ou interrupção.
Assine a partir de R$ 4,90 (nos 3 primeiros meses).
Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} matérias gratuitas por mês

Você atingiu o seu limite de {{limit_online}} matérias por mês. X

Ja é assinante? Entre aqui >

ou

Aproveite e tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo sobre mercado de capitais!

Básica

R$ 4, 90*

Nos três primeiros meses

01 Acesso Digital
-
10% de Desconto em grupos de discussão e workshops
10% de Desconto em cursos
Acervo Digital
sem áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$36,00

Completa

R$ 9, 90

Nos três primeiros meses

01 Acesso Digital
01 Edição Impressa
10% de Desconto em grupos de discussão e workshops
10% de Desconto em cursos
Acervo Digital
sem áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$42,00

Corporativa

R$ 14, 90

Nos três primeiros meses

05 Acessos Digitais
01 Edição Impressa
15% de Desconto em grupos de discussão e workshops
15% de Desconto em cursos
Acervo Digital
sem áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$69,00

Clube de conhecimento

R$ 19, 90

Nos três primeiros meses

05 Acessos Digitais
01 Edição Impressa
20% de Desconto em grupos de discussão e workshops
20% de Desconto em cursos
Acervo Digital
com áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$89,00

**Áudios de todos os grupos de discussão e workshops.




Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  private equity SEC Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Com pernas próprias
Próxima matéria
É papel das plataformas de equity crowdfunding cobrar a divulgação de informações dos emissores?



Comentários

Escreva o seu comentário sobre este texto!

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Recomendado para você





Leia também
Com pernas próprias
Em junho, o governo anunciou um pacote de R$ 198,4 bilhões em concessões de transportes. Diante de um contexto que combina...