Índia terá fundo voltado aos negócios dos dalits

Bimestral/Gestão de Recursos/Internacional/Edição 101 / 1 de janeiro de 2012
Por 


Conhecidos no sistema de castas do hinduísmo como os “intocáveis” ou “impuros”, os dalits sofrem não só com um legado de séculos de preconceito e injustiça, mas também com problemas bem contemporâneos — entre eles, a dificuldade de abrir e financiar seus próprios negócios. Diante disso, foi lançado, em dezembro, na Índia, o primeiro fundo de venture capital destinado, exclusivamente, a investir em negócios de empreendedores dalits.

A iniciativa é apoiada pela Câmara de Comércio e Indústria Dalit, um órgão comercial que representa os interesses dos líderes empresariais dessa casta. A expectativa é que o fundo comece a operar em agosto de 2012 e levante US$ 95 milhões em recursos, provenientes de indivíduos de alta renda e de instituições financeiras, tanto públicas como privadas. Se a captação for bem–sucedida, durante o primeiro ano de operação do fundo cerca de dez empresas podem receber US$ 2 milhões cada em troca de participações minoritárias.

Para Prasad Dahapute, banqueiro de Mumbai que lidera a equipe de criação do fundo, os investimentos têm o “potencial de acelerar o ritmo do capitalismo dalit”. Enquanto castas intermediárias da população indiana têm se beneficiado do crescimento da economia do país, a maioria dos dalits ainda vive na pobreza. Hoje, essa casta é composta de 167 milhões de pessoas, que representam 16% da população indiana, de acordo com o último censo do país.




Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  venture capital Índia dalits Prasad Dahapute Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
FRC valida o pratique ou explique
Próxima matéria
Restrição incômoda



Comentários

Escreva o seu comentário sobre este texto!

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Recomendado para você





Leia também
FRC valida o pratique ou explique
Em dezembro, o Financial Reporting Council (FRC) divulgou o relatório Developments in Corporate Governance 2011. O estudo...
{"cart_token":"","hash":"","cart_data":""}