Incerteza regulatória vai afugentar investidores das energias renováveis

17/9/2014

Gestão de Recursos/Internacional / 17 de setembro de 2014
Por 


Energia renovável é um dos setores favoritos dos gestores voltados para investimentos ambiental e socialmente responsáveis. Empresas voltadas para a produção de energia por meio de fontes alternativas, como sol e ventos, por exemplo, atraíram US$ 250 bilhões em recursos em 2013 — valor que deve se repetir em 2014. O montante, contudo, deve cair a partir de 2015 e se estabilizar em cerca de US$ 230 bilhões, de acordo com um relatório da International Energy Agency (IEA), organização internacional formada por 29 países, entre eles Estados Unidos, Reino Unido e Japão.

A previsão de queda e estabilização acontece a despeito dos preços cada vez mais competitivos e da constante alta na participação das energias renováveis no total de energia produzida: em 2007, elas representavam 18%; hoje, são responsáveis por 22%. Entre os motivos para a queda está a incerteza com relação ao sucesso de longo prazo dos negócios. É difícil estimar ganhos de escala e em quanto tempo eles devem chegar. O risco mais considerável, entretanto, é político. Os investidores preferem esperar para ver que rumos as nações vão tomar em termos regulatórios.




Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  Investimentos CAPITAL ABERTO mercado de capitais ESG energia renovável IEA Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
O regime de responsabilidade dos administradores de sociedade por ações
Próxima matéria
Compliance para Companhias Abertas



Comentários

Escreva o seu comentário sobre este texto!

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Recomendado para você





Leia também
O regime de responsabilidade dos administradores de sociedade por ações
Em virtude de debates recentes sobre a responsabilidade do administrador de sociedade por ações, parece oportuno relembrar...