Fundações serão principais investidoras dos hedge funds

Gestão de Recursos / Internacional / Edição 140
/ 1 de abril de 2015
Por 


A indústria de hedge funds tem se transformado rapidamente. Nos próximos cinco anos, muita coisa no perfil desses fundos irá se modificar, anuncia um estudo produzido pela KPMG International. A começar pelo público que investe neles. Segundo a consultoria, até 2020 mais de um quarto dos recursos desses veículos virá de fundações e fundos soberanos. Assim, os investidores institucionais vão superar os de alta renda como principal público dos hegde funds.

A pesquisa mostra que menos da metade dos gestores (cerca de 46%) pretende alterar suas estratégias de investimento ou lançar produtos para atrair mais dinheiro de fundos de pensão. Ao mesmo tempo, a maioria deles acredita que as fundações constituirão sua principal fonte de capital em 2020.

Outra mudança acontecerá na origem do fluxo de recursos. O volume proveniente da Ásia, do Oriente Médio e da África para os hedge funds deve aumentar em ritmo acelerado nos próximos anos, superando o capital oriundo da Europa e da América do Norte. Também deve ocorrer um deslocamento nos mercados em que esses veículos investem. Cerca de 40% dos gestores pretendem buscar novos países para aportar recursos; desse grupo, um terço deve se voltar para os mercados emergentes e de fronteira, de acordo com a KPMG.


Quer continuar lendo?

Faça um cadastro rápido e tenha acesso gratuito a algumas reportagens.

Tenha o melhor conteúdo do mercado de capitais sem limites ou interrupção.
Assine a partir de R$ 36/mês!
Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} reportagens gratuitas

Seja um assinante!

Você atingiu o limite de reportagens gratuitas. Que tal se tornar nosso assinante? Além do acesso ao mais especializado conteúdo do mercado de capitais, você terá descontos de até 30% em nossos encontros e cursos. Aproveite!


Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  CAPITAL ABERTO mercado de capitais hedge funds Fundos de pensão fundações Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Despedida
Próxima matéria
Tsunami à brasileira



Comentários

Escreva o seu comentário sobre este texto!

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Recomendado para você





Leia também
Despedida
Demissão também foi tema de Patrick Pichette, diretor financeiro do Google, na rede social da empresa. No caso, a dele...