Fundações estão menos tolerantes com gestores

Gestão de Recursos/Internacional/Edição 139 / 1 de março de 2015
Por 


Desde a crise financeira global, a paciência dos fundos de pensão do Reino Unido com os gestores está no limite. Uma pesquisa feita pela consultoria Spence Johnson e divulgada pelo Financial Times revela que as fundações têm dado aos responsáveis por seu patrimônio um ano para se recuperar do mau desempenho, antes de retirar seu mandato. “Está havendo um acompanhamento mais pesado do mandato concedido aos gestores”, afirmou Philip Robinson, diretor da Spence Johnson ao jornal. De 2008 em diante, houve uma decepção geral dos investidores com esses players, principalmente porque a gestão ativa não tem dado bons resultados.

A rotatividade de pessoal nas gestoras e a redução no número de gerentes de relacionamento também são apontados por Robinson como um dos motivos para o mau humor dos fundos de pensão. De acordo com esses investidores, conhecer bem a equipe que os atende favorece a lealdade. “As firmas fizeram cortes na área desde a crise, mas a gestão de recursos é um negócio de relacionamento”, ressalta o diretor da Spence.


Quer continuar lendo?

Faça um cadastro rápido e tenha acesso gratuito a três reportagens mensalmente.
Tenha o melhor conteúdo do mercado de capitais sem limites ou interrupção.
Assine a partir de R$ 4,90 (nos 3 primeiros meses).
Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} matérias gratuitas por mês

Você atingiu o seu limite de {{limit_online}} matérias por mês. X

Ja é assinante? Entre aqui >

ou

Aproveite e tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo sobre mercado de capitais!

Básica

R$ 4, 90*

Nos três primeiros meses

01 Acesso Digital
-
10% de Desconto em grupos de discussão e workshops
10% de Desconto em cursos
Acervo Digital
sem áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$36,00

Completa

R$ 9, 90

Nos três primeiros meses

01 Acesso Digital
01 Edição Impressa
10% de Desconto em grupos de discussão e workshops
10% de Desconto em cursos
Acervo Digital
sem áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$42,00

Corporativa

R$ 14, 90

Nos três primeiros meses

05 Acessos Digitais
01 Edição Impressa
15% de Desconto em grupos de discussão e workshops
15% de Desconto em cursos
Acervo Digital
sem áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$69,00

Clube de conhecimento

R$ 19, 90

Nos três primeiros meses

05 Acessos Digitais
01 Edição Impressa
20% de Desconto em grupos de discussão e workshops
20% de Desconto em cursos
Acervo Digital
com áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$89,00

**Áudios de todos os grupos de discussão e workshops.




Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  CAPITAL ABERTO mercado de capitais Reino Unido Fundos de pensão gestores fundação mandato Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
O outro lado
Próxima matéria
A OGX vai chegar lá?



Comentários

Escreva o seu comentário sobre este texto!

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Recomendado para você





Leia também
O outro lado
Noite de quarta-feira, ensaio da Black Zornitak. Os integrantes da banda chegam aos poucos, instrumentos a tiracolo, cada...