De volta ao radar

Pela primeira vez desde 2015, aportes em hedge funds superam os saques 

Gestão de Recursos/Internacional / 29 de julho de 2017
Por 


Ilustração: Rodrigo Auada

Ilustração: Rodrigo Auada

Os gestores de hedge funds americanos finalmente voltaram a sorrir. Pela primeira vez desde o terceiro trimestre de 2015, os aportes de recursos nessa modalidade de investimento superaram os resgates. Entre abril e junho deste ano, a indústria de hedge funds teve captação líquida de 6,7 bilhões de dólares, ante perda de 5,5 bilhões de dólares no trimestre anterior. No ano, portanto, o saldo está positivo em 1,2 bilhão de dólares.

A volta do interesse pelos hedge funds, que têm sob gestão um estoque de 3,1 trilhões de dólares, está relacionada a uma melhora de performance. Nos primeiros seis meses de 2017, os investidores viram seus ativos engordarem 4,87%, o melhor resultado desde o primeiro semestre de 2009, quando o retorno na primeira metade do ano havia alcançado vultosos 16,94%.

O voto de confiança dado pelos investidores é um alento para os hedge funds, que vêm competindo, nos EUA, com os fundos que usam inteligência artificial para a tomada de decisões. Apesar da empolgação do mercado em torno dessa tecnologia, a consultoria Preqin destaca que os fundos “discricionários”, que se apoiam na habilidade de gestores de carne e osso, ainda apresentam desempenho melhor que os “sistemáticos”, que usam algoritmos para decidir que ativos devem comprar ou vender. Nos 12 meses encerrados em junho, o retorno dos fundos discricionários foi de 13,28%, mais que o dobro do obtido pelos veículos sistemáticos (6,20%).

 


Quer continuar lendo?

Faça um cadastro rápido e tenha acesso gratuito a três reportagens mensalmente.
Tenha o melhor conteúdo do mercado de capitais sem limites ou interrupção.
Assine a partir de R$ 4,90 (nos 3 primeiros meses).
Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} matérias gratuitas por mês

Você atingiu o seu limite de {{limit_online}} matérias por mês. X

Ja é assinante? Entre aqui >

ou

Aproveite e tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo sobre mercado de capitais!

Básica

R$ 4, 90*

Nos três primeiros meses

01 Acesso Digital
-
10% de Desconto em grupos de discussão e workshops
10% de Desconto em cursos
Acervo Digital
sem áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$36,00

Completa

R$ 9, 90

Nos três primeiros meses

01 Acesso Digital
01 Edição Impressa
10% de Desconto em grupos de discussão e workshops
10% de Desconto em cursos
Acervo Digital
sem áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$42,00

Corporativa

R$ 14, 90

Nos três primeiros meses

05 Acessos Digitais
01 Edição Impressa
15% de Desconto em grupos de discussão e workshops
15% de Desconto em cursos
Acervo Digital
sem áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$69,00

Clube de conhecimento

R$ 19, 90

Nos três primeiros meses

05 Acessos Digitais
01 Edição Impressa
20% de Desconto em grupos de discussão e workshops
20% de Desconto em cursos
Acervo Digital
com áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$89,00

**Áudios de todos os grupos de discussão e workshops.




Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  gestão de recursos Internacional hedge funds investimento aporte de capital Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
IPO indigesto
Próxima matéria
Seminário sobre inovação e tecnologia



Comentários

Escreva o seu comentário sobre este texto!

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Recomendado para você





Leia também
IPO indigesto
  Startup que entrega ingredientes sob medida para clientes dispostos a preparar uma refeição sofisticada em casa,...