Cresce o interesse de fundos de private equity por agricultura

Gestão de Recursos/Internacional/Edição 132 / 1 de agosto de 2014
Por  e


A agricultura não é o foco típico dos fundos de private equity — eles costumam se interessar mais por indústrias e empresas de tecnologia. Alguns veículos, contudo, têm demonstrado interesse pelo campo, em negócios voltados para cultivo, compra e arrendamento de terras. Dados de julho da Preqin revelam que 25 fundos de private equity agregam US$ 1,1 bilhão para investir em agricultura. Uma parte significativa desses recursos foi levantada em 2014, quando dois fundos captaram US$ 400 milhões para aplicar no setor. A expectativa é que o número aumente nos próximos anos, tendo em vista o interesse de gestores por esse nicho.

Um dos que investem no segmento é o suíço Adveq, que tem adquirido terrenos e plantações com potencial de valorização. Um de seus focos é a produção de amêndoas — o leite dessa semente vem se tornando mais popular e é apontado como uma alternativa ao leite comum.

Ilustração: Eric Peleias


Quer continuar lendo?

Faça um cadastro rápido e tenha acesso gratuito a três reportagens mensalmente.
Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} matérias gratuitas por mês

Você atingiu o seu limite de {{limit_online}} matérias por mês. X

Ja é assinante? Entre aqui >

ou

Aproveite e tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo sobre mercado de capitais!

Acessar loja >




Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  private equity CAPITAL ABERTO mercado de capitais agronegócio agricultura Suíça Adveq Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Diante de crise, corretoras chinesas pensam em IPO
Próxima matéria
Política? Não pode



Comentários

Escreva o seu comentário sobre este texto!

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Recomendado para você





Leia também
Diante de crise, corretoras chinesas pensam em IPO
As corretoras de valores chinesas estão passando por uma intensa crise, que pode colocar sua sobrevivência em xeque. De acordo...