Ativismo: brigar com a companhia pode sair caro para todo mundo

15/9/2014

Gestão de Recursos/Internacional / 15 de setembro de 2014
Por 


Um levantamento da consultoria Activist Insight revelou que as batalhas com investidores ativistas em 2014 custaram, em média, US$ 4,9 milhões para as empresas americanas. Quanto maior a companhia, maior o gasto. As que têm valor de mercado entre US$ 250 milhões e US$ 2 bilhões despenderam entre US$ 1,5 milhão e US$ 2 milhões; as que têm até US$ 10 bilhões de capitalização desembolsaram US$ 10 milhões.

O dinheiro é usado para pagar a defesa contra as propostas de acionistas que a administração julga ruins para a companhia, o trabalho de relações com investidores para arregimentar votos contrários a essas propostas e, eventualmente, o reembolso dos valores gastos pelos minoritários.

O valor médio foi puxado por disputas custosas, como a do ativista Dan Loeb contra a empresa de leilões Sotheby’s. Loeb, da gestora Third Point, publicou uma carta em outubro de 2013, declarando que possuía 9,3% dos papéis da companhia e estava preocupado com sua governança e seus resultados operacionais. Em maio deste ano, ele conseguiu uma cadeira no conselho, juntamente com dois aliados.

A empresa diz ter gastado US$ 5,7 milhões para se defender de Loeb e mais US$ 10 milhões de reembolso à Third Point. Incluindo as oscilações no valor das ações causadas pela batalha, o custo pode ter chegado a US$ 24 milhões. Aos acionistas da Sotheby’s, resta esperar que as intervenções de Loeb no conselho realmente melhorem os resultados.


Quer continuar lendo?

Faça um cadastro rápido e tenha acesso gratuito a três reportagens mensalmente.
Tenha o melhor conteúdo do mercado de capitais sem limites ou interrupção.
Assine a partir de R$ 4,90 (nos 3 primeiros meses).
Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} matérias gratuitas por mês

Você atingiu o seu limite de {{limit_online}} matérias por mês. X

Ja é assinante? Entre aqui >

ou

Aproveite e tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo sobre mercado de capitais!

Básica

R$ 4, 90*

Nos três primeiros meses

01 Acesso Digital
-
10% de Desconto em grupos de discussão e workshops
10% de Desconto em cursos
Acervo Digital
sem áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$36,00

Completa

R$ 9, 90

Nos três primeiros meses

01 Acesso Digital
01 Edição Impressa
10% de Desconto em grupos de discussão e workshops
10% de Desconto em cursos
Acervo Digital
sem áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$42,00

Corporativa

R$ 14, 90

Nos três primeiros meses

05 Acessos Digitais
01 Edição Impressa
15% de Desconto em grupos de discussão e workshops
15% de Desconto em cursos
Acervo Digital
sem áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$69,00

Clube de conhecimento

R$ 19, 90

Nos três primeiros meses

05 Acessos Digitais
01 Edição Impressa
20% de Desconto em grupos de discussão e workshops
20% de Desconto em cursos
Acervo Digital
com áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$89,00

**Áudios de todos os grupos de discussão e workshops.




Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  CAPITAL ABERTO mercado de capitais Ativismo Activist Insight Dan Loeb Sotheby's Third Point Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
BC passa a ouvir auditores de bancos em regime especial
Próxima matéria
Decisão de investimento da CalPERS gera avalanche de opiniões no Twitter



Comentários

Escreva o seu comentário sobre este texto!

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Recomendado para você





Leia também
BC passa a ouvir auditores de bancos em regime especial
No último dia 9, o Banco Central (BC) publicou a Portaria 82.265, com novas regras sobre a apuração das causas que levam...