A revolução das máquinas

Investidor questiona Warren Buffett sobre impactos da inteligência artificial

Gestão de Recursos / N@ Web / 11 de maio de 2017
Por 


Como de costume, a assembleia anual da Berkshire Hathaway, cuja edição de 2017 aconteceu na semana passada, foi palco de perguntas que testaram o poder de adivinhação do “oráculo de Omaha”, como também é conhecido o megainvestidor Warren Buffett. Um acionista de 27 anos perguntou ao empresário de que forma a inteligência artificial mudaria seus investimentos. Buffett respondeu que máquinas cada vez mais inteligentes significarão menos empregos em determinadas áreas e que elas podem mudar muita coisa, como a maneira como as pessoas se relacionam e o que esperam dos governos. O rapaz que fez a pergunta, vale destacar, é o mesmo que, em 2000, com apenas dez anos, questionou Buffett sobre o que ele achava da internet. Na ocasião, o megainvestidor foi bem menos incisivo: disse não ter certeza de como seus negócios seriam afetados pela “novidade”.

Editor do LinkedIn, Chip Cutter escreveu sobre o assunto e lembrou que o fundo 3G, dos brasileiros Jorge Paulo Lemann, Marcel Telles e Carlos Sicupira (do qual a Berkshire é sócia em alguns investimentos, como a Kraft Heinz), já deixa pessoas desempregadas mesmo sem usar robôs geniais em seus negócios. O post atraiu centenas de comentários — alguns, inclusive, defenderam o pagamento de uma polêmica renda básica universal, que distribua a riqueza gerada pelas máquinas. “É um paradoxo de mercado: os negócios aumentam a lucratividade usando inteligência artificial em vez de pessoas. Só que, com isso, menos pessoas trabalham e podem comprar bens, o que faz com que os negócios percam clientes”, observou um leitor.


Quer continuar lendo?

Você já leu {{limit_offline}} conteúdo(s). Gostaria de ler mais {{limit_online}} gratuitamente?
Faça um cadastro!

Tenha o melhor conteúdo do mercado de capitais sem limites ou interrupção.
Assine a partir de R$ 36/mês!
Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} reportagens gratuitas

Seja um assinante!

Você atingiu o limite de reportagens gratuitas. Que tal se tornar nosso assinante? Além do acesso ao mais especializado conteúdo do mercado de capitais, você terá descontos de até 30% em nossos encontros e cursos. Aproveite!


Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  tecnologia Berkshire Hathaway Warren Buffett inteligência artificial Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Mudança descabida?
Próxima matéria
Menos dinheiro para as assets




Recomendado para você




Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Leia também
Mudança descabida?
  Desde o último dia 20 de março a atividade de agente fiduciário obedece a novas regras, dispostas na Instrução...