CVM exige mais cuidado com o Formulário de Referência

Bimestral/Contabilidade e Auditoria/Temas/Edição 91 / 1 de março de 2011
Por 


As companhias que se preparem. Diferentemente do ano passado, a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) não será mais tão tolerante em relação a erros no preenchimento do Formulário de Referência. O recado foi dado pelo gerente de relações com empresas da autarquia, Alexandre Almeida, em seminário promovido em fevereiro pelo Instituto Brasileiro de Relações com Investidores (Ibri), a BM&FBovespa e a CVM.

“A CVM poderá multar as empresas que apresentarem as mesmas deficiências do formulário anterior”, alertou Almeida. Na parte dedicada aos comentários da administração, a autarquia afirmou que não aceitará mais textos genéricos e cópias de trechos do estatuto social. Em relação ao item que pede a abertura dos salários dos executivos, orientou aqueles que usam a liminar do Ibef-Rio, obtida por companhias que não querem divulgar a informação, a deixarem explícito o motivo da ausência dos dados. Nada de colocar “não aplicável”, portanto.

Os profissionais responsáveis por preencher o documento argumentam que parte dos erros ocorre por falhas no programa que registra e processa as informações das companhias, o EmpresasNet, desenvolvido pela BM&FBovespa. “O programa modifica, duplica e apaga informações sozinho”, justificou Anna Luiza Ramos, do escritório Mattos Filho, no evento. A advogada conta que sofre com a limitação de caracteres que o software impõe em algumas seções. Mesmo quando escreveu o máximo permitido, afirma, recebeu questionamentos da CVM e da Anbima solicitando mais informações.

Segundo Nelson Ortega, gerente de acompanhamento de emissoras da Bolsa, os programadores têm trabalhado na resolução de problemas de compatibilidade e de instalação do programa detectados em algumas empresas.


Quer continuar lendo?

Faça um cadastro rápido e tenha acesso gratuito a três reportagens mensalmente.

Tenha o melhor conteúdo do mercado de capitais sem limites ou interrupção.
Assine a partir de R$ 36/mês!
Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} matérias gratuitas por mês

Você atingiu o seu limite de {{limit_online}} matérias por mês. X

Ja é assinante? Entre aqui >

ou

Aproveite e tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo sobre mercado de capitais!

Básica

R$ 36 00

Mensal

Acesso Digital
-
Desconto de 10% em grupos de discussão, workshops e cursos de atualização
Acervo Digital

Completa

R$ 42 00

Mensal

Acesso Digital
Edição Impressa
Desconto de 10% em grupos de discussão, workshops e cursos de atualização
Acervo Digital

Corporativa

R$ 69 00

Mensal

Acesso Digital - 5 senhas
-
Desconto de 15% em grupos de discussão, workshops e cursos de atualização
Acervo Digital

Clube de conhecimento

R$ 89 00

Mensal

Acesso Digital - 5 senhas
-
Desconto de 20% em grupos de discussão, workshops e cursos de atualização
Acervo Digital | Acervo de Áudios



Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  Governança Corporativa Relações com Investidores Contabilidade e Auditoria Balanços e Relatórios Anuais Normas Internacionais de Contabilidade Divulgação de Resultados Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Mais transparência nas transações com partes relacionadas
Próxima matéria
Bolsa cria grupo para estimular listagem de empresas



Comentários

Escreva o seu comentário sobre este texto!

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Recomendado para você





Leia também
Mais transparência nas transações com partes relacionadas
Com a edição da Instrução 480, de 7 de dezembro de 2009, a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) buscou consolidar...
{"cart_token":"","hash":"","cart_data":""}