Cresce o peso da responsabilidade corporativa

Governança Corporativa / Temas / Internacional / Edição 19 / 1 de março de 2005
Por 


A responsabilidade corporativa está ganhando importância no mundo financeiro. Pesquisa realizada pela Economist Inteligence Unit em parceria com a Oracle Corp revelou que 85% de 200 entrevistados, entre executivos de companhias de setores diversos e investidores, elegeram a responsabilidade corporativa como questão central na decisão de investimento. O percentual é o dobro do apurado há cinco anos.

Os três fatores de maior relevância na análise da responsabilidade corporativa, segundo os executivos consultados, são o comportamento ético da equipe (67%), a boa governança corporativa (58%) e a transparência nas negociações (51%). Para os investidores institucionais, o último quesito é o mais importante (68%), seguido pelos elevados padrões de governança (62%) e a atitude ética das equipes (46%).

A maioria (84%) acredita que a responsabilidade corporativa pode influenciar positivamente a lucratividade, além de contribuir para o desenvolvimento da marca e para ganho de imagem. Os maiores obstáculos para implementação de uma política neste sentido são os custos e a não comprovação dos benefícios.

Segundo a pesquisa, os recentes escândalos corporativos, a pressão dos órgãos reguladores e a briga por competitividade foram os principais condutores da preocupação com a responsabilidade corporativa.


Quer continuar lendo?

Você já leu {{limit_offline}} conteúdo(s). Gostaria de ler mais {{limit_online}} gratuitamente?
Faça um cadastro!

Tenha o melhor conteúdo do mercado de capitais sem limites ou interrupção.
Assine a partir de R$ 36/mês!
Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} reportagens gratuitas

Seja um assinante!

Você atingiu o limite de reportagens gratuitas. Que tal se tornar nosso assinante? Além do acesso ao mais especializado conteúdo do mercado de capitais, você terá descontos de até 30% em nossos encontros e cursos. Aproveite!


Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  Governança Corporativa responsabilidade corporativa Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
A segunda rodada das seções 302 e 404
Próxima matéria
Europeus querem voto para todos os acionistas




Recomendado para você




Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Leia também
A segunda rodada das seções 302 e 404
A primeira experiência de implementação das exigências previstas nas seções 302 e 404 da lei norte-americana Sarbanes-Oxley...