Honorário do auditor em alta pode ser sinal de problemas

Bimestral / Contabilidade e Auditoria / Internacional / Edição 99 / 1 de novembro de 2011
Por 


Cuidado! Se a companhia que você investe aumentou significativamente, de um ano para o outro, o honorário pago à firma de auditoria, há grandes chances de você ter uma surpresa desagradável com a demonstração contábil dessa entidade nos próximos anos. Essa é a conclusão do estudo Is the Audit Fee Disclosure a Leading Indicator of Clients’ Business Risk?, feito pelo professor de contabilidade Jonathan Stanley, da Auburn University, nos Estados Unidos. Diferentemente do Brasil, que começou a publicar o desembolso das companhias com serviços de auditoria somente em 2010, no Formulário de Referência, os Estados Unidos têm essa divulgação como praxe desde 2001.

A explicação para a ligação entre honorários e problemas nos balanços, constata o professor, deve–se ao fato de o valor cobrado pelo serviço de auditoria estar diretamente relacionado ao risco que o auditor enxerga em atestar a veracidade da demonstração financeira. Quanto maior o risco, portanto, maior deve ser a sua remuneração. Por isso, um incremento expressivo nessa taxa pode apontar, muitas vezes, o prenúncio de diversas catástrofes, incluindo fraude.

A seguradora AIG, que quase faliu em 2008, é prova dessa teoria. Os documentos apresentados à Securities and Exchange Commission (SEC) indicam que a AIG pagou US$ 66 milhões pela auditoria de sua demonstração financeira em 2004, um aumento de US$ 33 milhões em relação ao honorário do ano anterior. Em 2005, a companhia reapresentou seus números dos quatro exercícios compreendidos entre 2000 e 2003, devido a erros contábeis. Para a infelicidade dos investidores, a correção rendeu, na época, uma redução no patrimônio líquido da AIG de US$ 2,7 bilhões.

Confira o estudo Is the Audit Fee Disclosure a Leading Indicator of Clients’ Business Risk?


Quer continuar lendo?

Você já leu {{limit_offline}} conteúdo(s). Gostaria de ler mais {{limit_online}} gratuitamente?
Faça um cadastro!

Tenha o melhor conteúdo do mercado de capitais sem limites ou interrupção.
Assine a partir de R$ 36/mês!
Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} reportagens gratuitas

Seja um assinante!

Você atingiu o limite de reportagens gratuitas. Que tal se tornar nosso assinante? Além do acesso ao mais especializado conteúdo do mercado de capitais, você terá descontos de até 30% em nossos encontros e cursos. Aproveite!


Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  mercado internacional EUA Contabilidade e Auditoria AIG Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Caso Olympus expõe fraqueza dos conselhos no Japão
Próxima matéria
Diversidade do board será alvo de " pratique ou explique"




Recomendado para você




Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Leia também
Caso Olympus expõe fraqueza dos conselhos no Japão
O termo governança corporativa anda dando arrepios nos reguladores japoneses. Um escândalo financeiro envolvendo a fabricante...