Latam demite funcionário envolvido em vídeo polêmico na Rússia

Episódio gera debate sobre eventual exagero na atitude da companhia

Companhias abertas / N@ Web / 22 de junho de 2018
Por 


Ilustração: Rodrigo Auada

Neste começo de Copa, a falta de educação de alguns torcedores brasileiros com uma jovem russa repercutiu tanto quanto o futebol da seleção comandada por Tite. Um grupo de homens abordou a moça e pediu para que ela repetisse expressões obscenas em português, sem que ela soubesse do real significado das palavras. O vídeo foi parar na internet, e os participantes acabaram sendo identificados. Um deles, funcionário da Latam, foi demitido. Nas redes sociais, algumas pessoas criticaram a decisão da companhia, que teria sido exagerada. Um usuário, entretanto, observou bem o que está por trás da atitude da Latam. “As empresas gastam uma grana enorme para evitar o ‘reputational risk’. E não fazem isso porque são parte de alguma conspiração, mas porque viram que a maior parte dos acionistas, clientes e funcionários se incomoda com isso. Quem a empresa vai preferir perder?”, escreveu no Twitter.




Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  Latam Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Marcos Lisboa explica seu pessimismo com a política e a economia
Próxima matéria
State Grid sobe para R$ 13,81 por ação valor de OPA da CPFL Renováveis



Comentários

Escreva o seu comentário sobre este texto!

O seu endereço de e-mail não será publicado.




Leia também
Marcos Lisboa explica seu pessimismo com a política e a economia
Nem bem a crise dos caminhoneiros se retirava para os bastidores, o palco foi tomado por um dólar rumo a 4 reais. A alta...