Código de ética ganha adeptos

Governança Corporativa / Temas / Edição 68 / 1 de abril de 2009
Por 


Ponto a favor das boas práticas de governança: no grupo das 80 companhias mais líquidas da bolsa, que formam a amostra do Pratique ou Explique, apenas 15 não possuem um código de ética ou conduta. O documento é recomendado pelo Instituto Brasileiro de Governança Corporativa (IBGC) como meio de formalizar as premissas dos relacionamentos com os públicos interno e externo. A maioria das empresas que não possuem o código reconhece a importância que ele tem e afirma que a adoção é só uma questão de tempo.

A Positivo Informática está em fase de elaboração do Código de Alinhamento e Conduta, que deverá estar concluído até o fim deste semestre. A companhia esclarece que as boas práticas de governança são implantadas de maneira gradativa, de forma a garantir a “sustentabilidade de seu negócio e dos relacionamentos com os stakeholders”. A Cyrela informa que, após a abertura de capital, em setembro de 2005, trabalha com planos para oficializar uma série de práticas de boa governança que já estavam “enraizadas na sua cultura”. O código está nessa lista.

A GVT explica que tem um ambiente interno bastante informal e que sempre adotou políticas e procedimentos baseados em missão, visão e valores. Agora, as principais diretrizes foram compiladas em um único texto, batizado de Código de Ética e Conduta GVT, que será lançado em junho. A Natura optou por um modelo diferente. Adota um documento que julga mais abrangente que um código de ética tradicional, denominado Princípios de Relacionamento, baseado nas crenças e nos valores que ditam as suas ações. Na visão da Natura, a ética “decorre das relações, cujos princípios estão preestabelecidos no documento”, e “não é passível de codificação”.

O código de ética da BM&FBovespa está em fase de elaboração pela diretoria e seguirá para a aprovação do conselho de administração. Na Cesp, o documento foi finalizado, e a previsão é entrar em vigor ainda neste semestre, após a conclusão do regimento do comitê de conduta, que está em fase de produção. A PDG Realty e a Klabin informaram que os procedimentos para a adoção do código estão na reta final — resta apenas o aval dos conselheiros. A Usiminas afirmou que está atenta às melhores práticas e que estuda a adoção do código.

Natura optou por um documento que julga mais abrangente: “A ética decorre das relações e não pode ser codificada”

Para o IBGC, “toda sociedade deve ter um código que comprometa administradores e funcionários com os princípios e políticas definidos pelo conselho de administração. O documento deve também definir responsabilidades sociais e ambientais”. Recomenda-se que o documento inclua temas como a discriminação no ambiente de trabalho, o uso de álcool e drogas, recebimento de presentes, diretrizes para doações, cumprimento do pagamento de tributos e política de negociação das ações, além dos possíveis conflitos de interesses.
As pessoas que compõem as organizações deixam implícitos seus princípios e suas convicções na forma como se comportam e se relacionam com a sociedade e entre si. Com o código, tem-se uma forma de sistematizar, positivar e divulgar esses comportamentos.

As pessoas que compõem as organizações deixam implícitos seus princípios e suas convicções na forma como se comportam e se relacionam com a sociedade e entre si. Com o código, tem-se uma forma de sistematizar, positivar e divulgar esses comportamentos.


Quer continuar lendo?

Faça um cadastro rápido e tenha acesso gratuito a algumas reportagens.

Tenha o melhor conteúdo do mercado de capitais sem limites ou interrupção.
Assine a partir de R$ 36/mês!
Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} reportagens gratuitas

Seja um assinante!

Você atingiu o limite de reportagens gratuitas. Que tal se tornar nosso assinante? Além do acesso ao mais especializado conteúdo do mercado de capitais, você terá descontos de até 30% em nossos encontros e cursos. Aproveite!


Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  Governança Corporativa Código de ética Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Questão de ética
Próxima matéria
Teste para clube VIP




Recomendado para você




Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Leia também
Questão de ética
O assunto é polêmico. Não só pelo fato de que diversos escândalos empresariais desta década, como a Enron, Worldcom,...