Pesquisar

|

|

Pesquisar
Close this search box.
Xangai quer lançar mercado para startups

A Bolsa de Valores de Xangai pretende inaugurar um mercado para negociação de ações de empresas pequenas e inovadoras, segundo matéria publicada no The Wall Street Journal. Chamado de Strategic Emerging Industries Board, o novo segmento deve ter regras mais flexíveis para acolher empresas de setores que Pequim considera relevantes para a construção de uma economia orientada para a inovação, como ciência da computação, energia renovável, biociência e tecnologia da informação.

A criação desse mercado já recebeu a bênção do regulador de valores mobiliários da China e deve entrar em operação até o fim do ano, concorrendo com a Bolsa de Shenzhen e seu mercado de empresas de tecnologia, o ChiNext. Só em 2015, as empresas negociadas nesse segmento valorizaram 126%.

O novo ambiente se alinha ao esforço da China para canalizar recursos a tecnologias promissoras. Recentemente, o país divulgou um plano ambicioso, intitulado Made in China 2025, com vistas a aumentar a competitividade do setor de produção e impulsionar o crescimento econômico.


Para continuar lendo, cadastre-se!
E ganhe acesso gratuito
a 3 conteúdos mensalmente.


Ou assine a partir de R$ 34,40/mês!
Você terá acesso permanente
e ilimitado ao portal, além de descontos
especiais em cursos e webinars.


Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} matérias gratuitas por mês

Você atingiu o limite de {{limit_online}} matérias gratuitas por mês.

Faça agora uma assinatura e tenha acesso ao melhor conteúdo sobre mercado de capitais


Ja é assinante? Clique aqui

Acompanhe a newsletter

Leia também

mais
conteúdos

APROVEITE!

Adquira a Assinatura Superior por apenas R$ 0,90 no primeiro mês e tenha acesso ilimitado aos conteúdos no portal e no App.

Use o cupom 90centavos no carrinho.

A partir do 2º mês a parcela será de R$ 48,00.
Você pode cancelar a sua assinatura a qualquer momento.