Xangai permite short selling a estrangeiros

A partir de março, investidores estrangeiros poderão negociar a descoberto na Bolsa de Xangai. Conhecida como “short selling” em inglês, a prática consiste na venda de uma ação que o investidor não possui ou que pegou emprestada. Quando faz esse tipo de negociação, espera vender o papel na alta e …



A partir de março, investidores estrangeiros poderão negociar a descoberto na Bolsa de Xangai. Conhecida como “short selling” em inglês, a prática consiste na venda de uma ação que o investidor não possui ou que pegou emprestada. Quando faz esse tipo de negociação, espera vender o papel na alta e comprá-lo de volta na baixa, em uma data posterior. A iniciativa faz parte de um movimento dos reguladores chineses para abrir o mercado de ações do país.

Para evitar abusos, os reguladores locais vão colocar limite à prática. Apenas 1% das ações em circulação da companhia poderá ser alvo do short selling por dia. Na opinião de alguns analistas do mercado, a limitação é tão severa que reduz a atratividade da venda a descoberto. Para investidores locais, o short selling é permitido desde 2008.


Quer continuar lendo?

Faça um cadastro rápido e tenha acesso gratuito a três reportagens mensalmente.
Quero me cadastrar!

Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} matérias gratuitas por mês

Você atingiu o seu limite de {{limit_online}} matérias por mês. X

Ja é assinante? Entre aqui > 2

teste

ou

Aproveite e tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo sobre mercado de capitais!

Acessar loja >




Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  CAPITAL ABERTO mercado de capitais Xangai short selling aluguel de ação Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
CVM divulga novas orientações para companhias abertas
Próxima matéria
Governança Coporativa e Petrobras



Comentários

Escreva o seu comentário sobre este texto!

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Recomendado para você





APROVEITE!

Adquira a Assinatura Superior por apenas R$ 0,90 no primeiro mês e tenha acesso ilimitado aos conteúdos no portal e no App.

Use o cupom 90centavos no carrinho.

A partir do 2º mês a parcela será de R$ 48,00.
Você pode cancelar a sua assinatura a qualquer momento.

Leia também
CVM divulga novas orientações para companhias abertas
A Superintendência de Relações com Empresas (SEP) da CVM emite, anualmente, um ofício com diretrizes para as companhias...