Vencedoras da categoria de ativos até R$ 2 bilhões

Bematech, Estácio, Eternit

Captação de recursos/Governança Corporativa/As Melhores Companhias para os Acionistas/Edição 123 / 1 de novembro de 2013
Por 


1º lugar: Bematech – Exemplo de superação

Recuperada do prejuízo de R$ 42,4 milhões em 2011 — ocasionado pelo gasto com aquisições e pelo fraco desempenho da área de hardware —, a Bematech registra há sete trimestres resultados positivos. A virada começou em 2012, quando obteve lucro líquido de R$ 32,5 milhões. O Ebitda alcançou R$ 62,3 milhões, alta de 89,2% em relação a 2011. Os números ajudaram a empresa a abocanhar a maior variação de EVA (7,7%) entre as vencedoras do prêmio.

Para conquistar esse percentual de geração de valor, a companhia deu continuidade ao seu processo de redução de custos e melhora da rentabilidade, principalmente nos negócios de serviços e meios eletrônicos de pagamento, e de expansão no mercado externo. Estendeu, por exemplo, a venda de impressoras para países como Venezuela, Panamá e Paraguai e firmou novas parcerias com desenvolvedores nos Estados Unidos. Com isso, a área internacional da Bematech manteve a participação de 10% no faturamento total consolidado.

Outro destaque, em 2012, foi a conclusão da compra da CMNet Soluções, líder de mercado de desenvolvimento de software para o setor hoteleiro. “Para 2014, queremos expandir nossa presença no ramo da automação de hotéis e restaurantes, aproveitando a demanda da Copa do Mundo”, afirma Marcos Perillo, diretor de relações com investidores.

E não foi só no quesito EVA que a empresa se destacou. A expressiva valorização das ações (103% entre 2 de abril de 2012 e 10 de outubro de 2013) e os proventos distribuídos (R$ 4,3 milhões no ano passado) possibilitaram à Bematech gerar um retorno total ao acionista de 85,2%, ante mediana de -5,7% de seu grupo. Já no quesito governança, a Bematech obteve nota 7,4, também superior à mediana de sua categoria.

2º lugar: Estácio – Lição bem feita

Com foco na educação à distância — mas sem perder de vista a presencial — e na adoção de boas práticas de governança, a Estácio Participações traça planos para continuar crescendo. Em 2012, a companhia registrou uma receita operacional líquida de R$ 1,38 bilhão, aumento de 20,5% em relação a 2011, por causa do crescimento de 13,1% em sua base de alunos. O grande salto veio com o ensino à distância, que registrou uma alta de 22,9% em relação a 2011, contemplando 46,1 mil alunos; a educação presencial, por sua vez, cresceu 10,5% no período, totalizando 209,9 mil estudantes. Esse potencial de geração de receita se reflete na variação de EVA: 4%, ante a mediana de 0,8% da categoria.

O ano de 2012 também representou grandes conquistas para a Estácio do ponto de vista da governança corporativa.
A companhia implementou um portal específico para essa área, estabelecendo a comunicação direta entre administradores, conselheiros fiscais e membros dos comitês de auditoria e de gente e gestão. Nesse espaço, disponibiliza de forma segura todas as informações, os atos societários, as pautas de reuniões e as notícias relevantes. No quesito governança, a companhia registrou a segunda maior nota entre os vencedores do prêmio — 8, contra 6 de sua categoria.

No fim de 2011, a Estácio introduziu uma metodologia em seu sistema de gestão focada na criação de valor. “Essa iniciativa tem nos permitido medir o retorno sobre o capital investido em cada unidade de nossas operações e mantê-lo superior ao custo do capital”, explica Virgílio Gibbon, diretor de relações com investidores da Estácio. Desde 2 de abril de 2012, início do período analisado pelo prêmio, até 21 de outubro de 2013, o papel da companhia valorizou 153,7%.

3º lugar: Eternit – Ajuda do exterior

O mercado brasileiro de construção vem crescendo em ritmo lento. No ano passado, as vendas de materiais para o setor subiram 1,4% no Brasil em comparação a 2011, conforme dados da Associação Brasileira da Indústria de Materiais de Construção (Abramat). A modesta evolução está ligada ao baixo desempenho nas vendas de cimento, telhas e tubulações, segmento de atuação da Eternit. A companhia, no entanto, não se deixou abater. Com o intuito de aumentar a margem de lucro e incrementar a receita, reposicionou o preço de todo o seu portfólio. A estratégia deu certo: seu faturamento aumentou 10,4% em 2012, e o Ebitda evoluiu 32%.

Segundo Rodrigo da Luz, diretor de relações com investidores, a maior receita deve-se, também, à alta nas vendas para o exterior, num período em que o dólar valorizou 12,5%. Em 2012, as exportações totalizaram R$ 170,9 milhões, volume 70,2% superior ao ano anterior. O avanço a ajudou a registrar uma variação de 5,1% no EVA, bem acima da mediana da categoria, de 0,8%. Para os próximos anos, Luz acredita que a forte demanda gerada pelas obras do programa federal Minha Casa Minha Vida e pela expansão do setor de infraestrutura favorecerão a Eternit.

No quesito TSR – Ke, a companhia não apresentou números vigorosos: -4,4%, ante -5,7% da mediana do grupo. O percentual negativo reflete a queda no pagamento de proventos, que somaram R$ 71,6 milhões em 2012, montante 11% menor do que o distribuído em 2011. A redução foi motivada pelo programa de expansão e diversificação da companhia.

Em governança corporativa, a Eternit obteve a melhor nota entre as vencedoras: 8,2. A pontuação reflete a sólida estrutura de gestão, composta de um conselho de administração com 57% de independentes, conselho consultivo, cinco comitês de assessoramento, diretoria e áreas de controles internos e auditoria interna.


Quer continuar lendo?

Faça um cadastro rápido e tenha acesso gratuito a três reportagens mensalmente.

Tenha o melhor conteúdo do mercado de capitais sem limites ou interrupção.
Assine a partir de R$ 36/mês!
Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} matérias gratuitas por mês

Você atingiu o seu limite de {{limit_online}} matérias por mês. X

Ja é assinante? Entre aqui >

ou

Aproveite e tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo sobre mercado de capitais!

Básica

R$ 36 00

Mensal

Acesso Digital
-
Desconto de 10% em grupos de discussão, workshops e cursos de atualização
Acervo Digital

Completa

R$ 42 00

Mensal

Acesso Digital
Edição Impressa
Desconto de 10% em grupos de discussão, workshops e cursos de atualização
Acervo Digital

Corporativa

R$ 69 00

Mensal

Acesso Digital - 5 senhas
-
Desconto de 15% em grupos de discussão, workshops e cursos de atualização
Acervo Digital

Clube de conhecimento

R$ 89 00

Mensal

Acesso Digital - 5 senhas
-
Desconto de 20% em grupos de discussão, workshops e cursos de atualização
Acervo Digital | Acervo de Áudios



Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  Estácio CAPITAL ABERTO mercado de capitais Eternit Bematech Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Vencedoras da categoria de ativos de R$ 2 bilhões a R$ 5 bilhões
Próxima matéria
Vencedoras do prêmio têm maior disciplina no uso de capital



Comentários

Escreva o seu comentário sobre este texto!

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Recomendado para você





Leia também
Vencedoras da categoria de ativos de R$ 2 bilhões a R$ 5 bilhões
1º lugar: Anhanguera - Educação rentável Maior empresa de educação do Brasil, a Anhanguera está aliando geração...
{"cart_token":"","hash":"","cart_data":""}