Portas abertas para PMEs

Captação de recursos/Adiante/Edição 123 / 1 de novembro de 2013
Por 


A BM&FBovespa anunciou, no mês passado, a criação de dois segmentos de negociação com o intuito de favorecer o acesso de companhias médias ao mercado de capitais. No ambiente de bolsa, a novidade será a criação do Bovespa Mais Nível 2, que, diferentemente do Bovespa Mais atual, admitirá a oferta de ações preferenciais. No mercado de balcão, a ideia é lançar o segmento Potencial, voltado para companhias dispensadas de registro na Comissão de Valores Mobiliários (CVM) e com acesso restrito a investidores superqualificados. Quando os dois níveis forem lançados, a Bolsa passará a ter oito segmentos.

Fernando Machado, gerente-executivo de mercado de capitais do banco Votorantim, acredita que as alterações podem finalmente ampliar o número de ofertas de companhias de pequeno e médio porte (PMEs). Quando a Bolsa inaugurou o Bovespa Mais, a expectativa era prospectar um universo de pelo menos 15 mil PMEs com ofertas entre R$ 100 milhões e R$ 150 milhões. Até hoje, no entanto, apenas três IPOs ocorreram no segmento. “O interesse neste mercado tem crescido muito. Só o Votorantim está conversando com 30 empresas interessadas em ingressar no Bovespa Mais”, afirma Machado. (Colaborou Paulo Vasconcellos.)


Quer continuar lendo?

Faça um cadastro rápido e tenha acesso gratuito a três reportagens mensalmente.
Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} matérias gratuitas por mês

Você atingiu o seu limite de {{limit_online}} matérias por mês. X

Ja é assinante? Entre aqui >

ou

Aproveite e tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo sobre mercado de capitais!

Acessar loja >




Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  IPO bmfbovespa CVM CAPITAL ABERTO mercado de capitais Votorantim níveis de listagem segmentos de negociação Bovespa Mais Nível 2 Potencial Fernando Machado PME Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Causa e efeito
Próxima matéria
Preferenciais sem limites?



Comentários

Escreva o seu comentário sobre este texto!

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Recomendado para você





Leia também
Causa e efeito
A comunicação é uma das principais forças de uma companhia aberta. Com ela, chega-se à percepção de valor dos investidores...