Nasdaq quer operar dark pool

13/1/15

Captação de recursos/Internacional / 13 de janeiro de 2015
Por 


Se você não pode vencer seu inimigo, junte-se a ele. A frase parece se aplicar perfeitamente à intenção da Nasdaq de operar dark pools. O nome é uma alusão à pouca transparência dada às negociações ocorridas nesse tipo de plataforma, operada por instituições financeiras.

Segundo matéria divulgada no Wall Street Journal, a Nasdaq tem sondado grandes bancos a respeito da possibilidade de administrar suas dark pools. Estaria, inclusive, planejando pedir o aval da Securities and Exchange Commission (SEC) para prosseguir com a ideia. De acordo com Robert Greifeld, CEO da bolsa de tecnologia americana, essa iniciativa visa atender às necessidades dos clientes da empresa, como as instituições financeiras, já que seus custos estão subindo rapidamente e um dos trabalhos da companhia é descobrir como ajudá-los a resolver esse problema. Seria, portanto, uma tentativa da Nasdaq de se firmar como um parceiro de tecnologia para os bancos que lidam com o crescimento dos custos de tecnologia e regulação.

Apesar desse discurso, a ambição da Nasdaq é vista pelo mercado como uma mudança drástica de postura. Juntamente com a Bolsa de Nova York (Nyse), ela sempre criticou duramente as dark pools por prejudicarem a capacidade do mercado de operar com eficiência. Em julho de 2014, Greifeld chegou a escrever um texto para o Wall Street Journal no qual dizia que “ninguém pode argumentar contra o poder de cura da transparência no processo de precificação de ativos”. Porém, diante da possibilidade de ganho de receita com esse tipo de negócio, a Nasdaq parece estar revendo seus conceitos.


Quer continuar lendo?

Faça um cadastro rápido e tenha acesso gratuito a três reportagens mensalmente.
Tenha o melhor conteúdo do mercado de capitais sem limites ou interrupção.
Assine a partir de R$ 4,90 (nos 3 primeiros meses).
Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} matérias gratuitas por mês

Você atingiu o seu limite de {{limit_online}} matérias por mês. X

Ja é assinante? Entre aqui >

ou

Aproveite e tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo sobre mercado de capitais!

Básica

R$ 4, 90*

Nos três primeiros meses

01 Acesso Digital
-
10% de Desconto em grupos de discussão e workshops
10% de Desconto em cursos
Acervo Digital
sem áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$36,00

Completa

R$ 9, 90

Nos três primeiros meses

01 Acesso Digital
01 Edição Impressa
10% de Desconto em grupos de discussão e workshops
10% de Desconto em cursos
Acervo Digital
sem áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$42,00

Corporativa

R$ 14, 90

Nos três primeiros meses

05 Acessos Digitais
01 Edição Impressa
15% de Desconto em grupos de discussão e workshops
15% de Desconto em cursos
Acervo Digital
sem áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$69,00

Clube de conhecimento

R$ 19, 90

Nos três primeiros meses

05 Acessos Digitais
01 Edição Impressa
20% de Desconto em grupos de discussão e workshops
20% de Desconto em cursos
Acervo Digital
com áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$89,00

**Áudios de todos os grupos de discussão e workshops.




Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  Nasdaq CAPITAL ABERTO mercado de capitais dark pools Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Primavera nos dentes
Próxima matéria
Companhias serão avaliadas por respeito a direitos humanos





Recomendado para você





Leia também
Primavera nos dentes
Imagine um cenário em que você ficasse doente, o sistema de saúde negasse atendimento, não houvesse acesso a medicamentos...