Justiças do Rio e de São Paulo estão atrás de Eike Batista

Captação de recursos / Seletas / Edição 134 / 1 de outubro de 2014
Por 


eikepetroleoEike Batista pode ter se acostumado a receber notícias ruins desde que suas principais empresas começaram a enfrentar problemas, mas o mês passado foi particularmente conturbado para ele. No dia 13 de setembro, o Ministério Público Federal (MPF) do Rio de Janeiro denunciou o empresário pelos crimes de manipulação de mercado e insider trading na OGX — atualmente em recuperação judicial e rebatizada de OGPar.

Para garantir que o investidor seja indenizado, o MPF decretou o bloqueio dos bens de Eike até o valor de R$ 1,5 bilhão. “Tal quantia equivale ao prejuízo suportado pelo mercado de ações em consequência da conduta criminosa do denunciado”, destacou o procurador Orlando Monteiro Espíndola da Cunha.

Dois dias depois, em 15 de setembro, foi a vez do MPF de São Paulo denunciar Eike. Desta vez, pelo uso de informações privilegiadas na OSX. Ele arrecadou R$ 33,7 milhões com a venda de ações da companhia, dias antes de anunciar ao mercado que a situação financeira do estaleiro exigiria uma revisão de seu plano de negócios, sobretudo pela venda de ativos e pela redução dos investimentos.

Ilustração: Rodrigo Auada


Quer continuar lendo?

Faça um cadastro rápido e tenha acesso gratuito a algumas reportagens.

Tenha o melhor conteúdo do mercado de capitais sem limites ou interrupção.
Assine a partir de R$ 36/mês!
Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} reportagens gratuitas

Seja um assinante!

Você atingiu o limite de reportagens gratuitas. Que tal se tornar nosso assinante? Além do acesso ao mais especializado conteúdo do mercado de capitais, você terá descontos de até 30% em nossos encontros e cursos. Aproveite!



Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  OGX Insider trading CAPITAL ABERTO mercado de capitais EIKE BATISTA Ministério Público MPF manipulação de ações crime OGPar denúncia Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
BC ouvirá auditores de bancos em regime especial
Próxima matéria
CVM inclui ações no rol de ofertas com esforços restritos



Comentários

Escreva o seu comentário sobre este texto!

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Recomendado para você





Leia também
BC ouvirá auditores de bancos em regime especial
No dia 9 de setembro, o Banco Central (BC) publicou a Portaria 82.265, que regula o funcionamento das comissões de inquérito...