Fundos de índices são alvo de regulação na Europa

Captação de recursos / Bimestral / Internacional / Edição 96 / 1 de agosto de 2011
Por 


O regulador do mercado de capitais europeu, o Esma, quer impor normas mais rígidas para a venda dos fundos de índice (ETFs, na sigla em inglês) aos investidores. O xerife do mercado considera que as salvaguardas atuais existentes, previstas para comercialização de fundos mútuos, não são suficientes para mitigar os riscos de produtos mais complexos, principalmente os de swap, conhecidos, como ETFs sintéticos.

A maioria das propostas se foca em prover mais informações aos investidores sobre os ETFs, mas o Esma também pergunta aos participantes do mercado, num documento levado à consulta pública, se eles concordariam com a limitação da venda de ETFs sintéticos para o varejo. O regulador sugere ainda que os provedores desse tipo de fundo de índice divulguem mais explicações sobre o produto, como as garantias oferecidas pela contraparte, os riscos de default e os efeitos que isso teria sobre o retorno do ETF. Independentemente do tipo de ETF, o Esma propõe também que os vendedores sejam obrigados a mostrar claramente como os fundos acompanham os índices e os pontos que poderiam levar a erros nesse processo, como os custos de transação e as ações ilíquidas.



Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  ETF fundos de índice Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Combustível farto
Próxima matéria
Rússia volta atrás e tira limite de emissão de ações no exterior




Recomendado para você




Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Leia também
Combustível farto
O tempo é bom para as ações de energia elétrica. Do início do ano até 26 de julho, o IEE, índice que reflete o andamento...