Emissões de CRAs e CRIs batem recorde em 2016

Captação de recursos / Seletas / Reportagem / Edição 63 / 27 de janeiro de 2017
Por 


Ilustração: Rodrigo Auada

Ilustração: Rodrigo Auada

As emissões de certificados de recebíveis do agronegócio (CRAs) somaram um volume recorde de R$ 12,9 bilhões no ano passado. Em comparação com 2015, o crescimento foi de 193%, segundo a Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima). Já as ofertas de certificados de recebíveis imobiliários (CRIs) cresceram 72,6%, totalizando R$ 17,1 bilhões, também o maior volume já registrado.

As debêntures, por sua vez, captaram R$ 98,7 bilhões no ano passado, desconsiderados os R$ 20 bilhões das ofertas de leasing. O volume ficou pouco acima dos R$ 97,8 bilhões registrados em 2015, mas ainda assim foi suficiente para manter as debêntures como o instrumento de captação mais utilizado pelas empresas. De acordo com a Anbima, por causa da conjuntura econômica incerta, 50% das operações se concentraram na faixa de prazo de até três anos, o que levou o prazo médio das emissões a apenas 4,4 anos, o menor desde 2010.

No total, as companhias brasileiras captaram R$ 178,5 bilhões por meio de valores mobiliários em 2016, acima dos R$ 124,8 bilhões registrados em 2015. O resultado foi favorecido pela retomada de ofertas no fim do ano: somente em dezembro foram captados R$ 21,6 bilhões, o maior volume mensal de todo o período.


Quer continuar lendo?

Faça um cadastro rápido e tenha acesso gratuito a algumas reportagens.

Tenha o melhor conteúdo do mercado de capitais sem limites ou interrupção.
Assine a partir de R$ 36/mês!
Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} reportagens gratuitas

Seja um assinante!

Você atingiu o limite de reportagens gratuitas. Que tal se tornar nosso assinante? Além do acesso ao mais especializado conteúdo do mercado de capitais, você terá descontos de até 30% em nossos encontros e cursos. Aproveite!


Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  Debêntures Captação de Recursos Anbima CRI CRA Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Sem dinheiro novo
Próxima matéria
Decreto muda estrutura da CVM e cria superintendência de relações institucionais




Recomendado para você




Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Leia também
Sem dinheiro novo
A indústria de private equity vive uma fase peculiar no Brasil. Entre janeiro e junho deste ano, as captações de fundos...