Doutor em planejamento

Um método de preparo financeiro para a aposentadoria sob a luz de expectativas racionais

Captação de recursos / Prateleira / Edição 135 / 1 de novembro de 2014
Por 


61x40qgzH2LBill Bernstein não é um médico tradicional. Apesar de ter dedicado grande parte de sua vida à profissão, tornou-se conhecido por uma página na internet sobre alocação de ativos e a teoria da fronteira eficiente. A respeito desses temas, publicou vários livros. Além disso, hoje em dia ele pratica o que apregoa como sócio da gestora de recursos Efficient Frontier Advisors. Em sua obra mais recente, Rational expectations: asset allocation for investing adults, Bernstein discute uma metodologia de preparação financeira para a aposentadoria, apoiado em evidências de mercado sobre os padrões de risco e retorno de diversas classes de ativos.

Embora não se dirija a iniciantes na área de investimentos pessoais, devido ao pesado uso de jargões financeiros, o autor tem relativo sucesso na tentativa de descomplicar o delicado processo do planejamento econômico para a aposentadoria. Ele inicia explorando os padrões históricos de retorno do mercado americano, para conduzir o leitor à conclusão de que a gestão ativa de carteiras de ações não vale a pena — por causa dos retornos de longo prazo, que tendem à média do mercado, e das elevadas taxas de administração.

Sendo assim, o foco deveria ser a busca por fundos com taxas de administração baixas e gestão passiva, os chamados fundos de índice. A partir daí, Bernstein avalia o retorno de longo prazo para várias subclasses de papéis (value stocks, growth stocks, small caps etc.). Ele sugere que parte da carteira poderia ser direcionada a ativos de maior risco e retorno, desde que o investidor possa permanecer com a alocação por bastante tempo, pelo menos 20 anos.

Para um brasileiro pensando em aplicar as metodologias do livro, é importante registrar que as evidências estatísticas a embasar as expectativas racionais são apresentadas apenas para o mercado americano. Logo, seu emprego no ambiente nacional não é simples. Ao mesmo tempo, embora o autor demonstre grande preocupação com os princípios que sustentam sua metodologia, a execução cabe a cada leitor individual, a partir de suas premissas pessoais de renda, poupança e perspectativa de gasto na aposentadoria. Isto é, quem busca uma receita de bolo consagrada que prescinda do uso de massa cinzenta vai frustrar-se com o conteúdo.

Ao fim da leitura, fica clara a importância das expressões “expectativas racionais” e “para adultos” no título da obra. Bernstein exorta o leitor a abandonar esperanças românticas sobre o retorno de suas aplicações, para que possa efetivamente executar um planejamento financeiro conservador, adulto. Nesse sentido, ele sugere que, no longo prazo, o retorno composto de uma carteira de investimentos depende fundamentalmente de dois aspectos: a alocação entre as rendas fixa e variável e seu rebalanceamento ao longo do tempo.

Parece simples, não? O grande desafio é a execução desses princípios com disciplina ao longo de vários anos, já que os seres humanos estão sujeitos a distúrbios comportamentais, provocados pelos sentimentos de medo e ganância. Afinal, como já dizia o personagem Pogo, do cartunista americano Walt Kelly: “Nós encontramos os inimigos, e eles somos nós”.

Rational expectations: asset allocation for investing adults
William J. Bernstein
Editora: Efficient Frontier Publications
216 páginas, 1ª edição, 2014


Quer continuar lendo?

Faça um cadastro rápido e tenha acesso gratuito a algumas reportagens.

Tenha o melhor conteúdo do mercado de capitais sem limites ou interrupção.
Assine a partir de R$ 36/mês!
Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} reportagens gratuitas

Seja um assinante!

Você atingiu o limite de reportagens gratuitas. Que tal se tornar nosso assinante? Além do acesso ao mais especializado conteúdo do mercado de capitais, você terá descontos de até 30% em nossos encontros e cursos. Aproveite!


Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  CAPITAL ABERTO mercado de capitais jornalismo de negócios Business adventures John Brooks Xerox Edsel Ford liderança organizacional livro clássico Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Disciplina e resistência
Próxima matéria
Pensão com problemas




Recomendado para você




Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Leia também
Disciplina e resistência
Ter resistência e dominar o medo. Quando entrou no tatame para conquistar sua faixa preta, há cinco anos, o carateca Alexandre...