Diante de crise, corretoras chinesas pensam em IPO

Captação de recursos/Internacional/Edição 132 / 1 de agosto de 2014
Por 


As corretoras de valores chinesas estão passando por uma intensa crise, que pode colocar sua sobrevivência em xeque. De acordo com o jornal South China Morning Post, os investidores locais perderam o interesse pelo mercado acionário, passando a buscar outras opções de investimento. Um dos motivos é a desvalorização dos papéis: o Shangai Composite Index caiu quase 29% entre março de 2008 e julho de 2014. Além disso, a diminuição das taxas de corretagem, devido à competição, afetou a conta dessas empresas.

Para reverter a situação, pelo menos seis corretoras pensam em abrir o capital. O plano é levantar ao todo US$ 6,2 bilhões e empregá-los na diversificação dos negócios. A maioria delas obtém receitas com a execução de ordens de compra e venda de pessoas físicas. Com os recursos, as corretoras pretendem, entre outras coisas, comprar ações para oferecer aluguel e proporcionar empréstimos para depósito de margem aos clientes que operam a descoberto.

Ilustração: Eric Peleias


Quer continuar lendo?

Faça um cadastro rápido e tenha acesso gratuito a três reportagens mensalmente.
Tenha o melhor conteúdo do mercado de capitais sem limites ou interrupção.
Assine a partir de R$ 36/mês!
Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} matérias gratuitas por mês

Você atingiu o seu limite de {{limit_online}} matérias por mês. X

Ja é assinante? Entre aqui >

ou

Aproveite e tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo sobre mercado de capitais!

Básica

R$ 4, 90*

Nos três primeiros meses

01 Acesso Digital
-
10% de Desconto em grupos de discussão e workshops
10% de Desconto em cursos
Acervo Digital
sem áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$36,00

Completa

R$ 9, 90

Nos três primeiros meses

01 Acesso Digital
01 Edição Impressa
10% de Desconto em grupos de discussão e workshops
10% de Desconto em cursos
Acervo Digital
sem áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$42,00

Corporativa

R$ 14, 90

Nos três primeiros meses

05 Acessos Digitais
01 Edição Impressa
15% de Desconto em grupos de discussão e workshops
15% de Desconto em cursos
Acervo Digital
sem áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$69,00

Clube de conhecimento

R$ 19, 90

Nos três primeiros meses

05 Acessos Digitais
01 Edição Impressa
20% de Desconto em grupos de discussão e workshops
20% de Desconto em cursos
Acervo Digital
com áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$89,00

**Áudios de todos os grupos de discussão e workshops.




Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  IPO CAPITAL ABERTO mercado de capitais China Aluguel de ações corretora de valores depósito de margem Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Reino Unido busca favorecer competição
Próxima matéria
Cresce o interesse de fundos de private equity por agricultura



Comentários

Escreva o seu comentário sobre este texto!

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Recomendado para você





Leia também
Reino Unido busca favorecer competição
A reguladora britânica Financial Conduct Authority (FCA) anunciou, em 9 de julho, que analisará o mercado financeiro de varejo...