Concórdia vira acionista relevante da Inepar

Captação de recursos/Seletas/Edição 134 / 1 de outubro de 2014
Por 


ineparA Inepar ganhou um novo acionista relevante no mês passado. Em 9 de setembro, a corretora Concórdia anunciou que seus fundos passaram a deter 5,11% das ações preferenciais e 3,61% das ordinárias da companhia.

A notícia chegou poucas semanas depois de a Inepar entrar com um pedido de recuperação judicial. Embora esse tipo de situação explicite fragilidades na situação financeira de uma empresa, ela também pode aguçar o apetite de investidores dispostos a correr riscos.

Marcelo dos Anjos, operador da Concórdia, relata que os fundos da corretora já tinham ações da Inepar em carteira, mas as compras foram acentuadas após a notícia da recuperação judicial. “Agora, a companhia ganhará tempo e melhores condições de negociação com seus credores”, justifica. O baixo valor de mercado da Inepar — atualmente, em torno de R$ 45 milhões — é outro atrativo; qualquer melhoria da condição atual pode render uma vultosa valorização.

O mesmo raciocínio explica por que os fundos da Concórdia mantêm em carteira ações das cambaleantes empresas do grupo EBX. Uma delas é a OSX, projeto de construção naval que entrou com pedido de recuperação judicial em novembro passado.

Ilustração: Rodrigo Auada


Quer continuar lendo?

Faça um cadastro rápido e tenha acesso gratuito a três reportagens mensalmente.
Tenha o melhor conteúdo do mercado de capitais sem limites ou interrupção.
Assine a partir de R$ 36/mês!
Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} matérias gratuitas por mês

Você atingiu o seu limite de {{limit_online}} matérias por mês. X

Ja é assinante? Entre aqui >

ou

Aproveite e tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo sobre mercado de capitais!

Básica

R$ 4, 90*

Nos três primeiros meses

01 Acesso Digital
-
10% de Desconto em grupos de discussão e workshops
10% de Desconto em cursos
Acervo Digital
sem áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$36,00

Completa

R$ 9, 90

Nos três primeiros meses

01 Acesso Digital
01 Edição Impressa
10% de Desconto em grupos de discussão e workshops
10% de Desconto em cursos
Acervo Digital
sem áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$42,00

Corporativa

R$ 14, 90

Nos três primeiros meses

05 Acessos Digitais
01 Edição Impressa
15% de Desconto em grupos de discussão e workshops
15% de Desconto em cursos
Acervo Digital
sem áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$69,00

Clube de conhecimento

R$ 19, 90

Nos três primeiros meses

05 Acessos Digitais
01 Edição Impressa
20% de Desconto em grupos de discussão e workshops
20% de Desconto em cursos
Acervo Digital
com áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$89,00

**Áudios de todos os grupos de discussão e workshops.




Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  CAPITAL ABERTO mercado de capitais acionista relevante recuperação judicial Inepar Concórdia Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
CVM inclui ações no rol de ofertas com esforços restritos
Próxima matéria
Brasil Plural assume carteiras do BES no Brasil



Comentários

Escreva o seu comentário sobre este texto!

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Recomendado para você





Leia também
CVM inclui ações no rol de ofertas com esforços restritos
Ofertas de ações e debêntures conversíveis agora podem ocorrer sem registro prévio na CVM, desde que destinadas a um público...