Com aval do Cade, CBC assume o controle da Forjas Taurus

26/1/2015



A Companhia Brasileira de Cartuchos (CBC) é a nova dona da Forjas Taurus. O negócio foi aprovado, sem restrições, pelo Cade, conforme publicou o Diário Oficial da União (DOU) de hoje. Com o aval do órgão antitruste, a CBC poderá exercer os direitos políticos correspondentes à fatia acionária que detém — caso, em 15 dias, nenhum recurso conteste a decisão. No ano passado, a CBC tornou-se dona de 52,5% das ações votantes da Taurus, mas foi impedida de usá-las nas assembleias enquanto o negócio não fosse avaliado pelo Cade.

A chegada do novo controlador da Taurus ocorreu num de seus períodos mais turbulentos. No último dia 20 de janeiro, a companhia informou aos acionistas que o conselho de administração havia aprovado a contratação do escritório L.O. Baptista, Schmidt, Valois, Miranda, Ferreira, Agel para dar continuidade à proposta de ação de responsabilidade contra Luis Estima, antigo controlador da Taurus. Suspeita-se que o empresário tenha sido negligente ao vender uma de suas subsidiárias. O negócio foi tão desastroso que o lucro de 2012, inicialmente de R$ 41 milhões, transformou-se em um prejuízo de R$ 117 milhões depois que os ajustes contábeis foram realizados.

A tomada do poder pela CBC tampouco é menos conturbada. A fatia majoritária das ações foi comprada após um aumento de capital que o próprio Estima aprovou, à revelia do conselho de administração. Para completar o imbróglio, o dono da CBC — e, portanto, o controlador final da Taurus — é incerto. A fabricante de cartuchos é uma sociedade de capital fechado cujo maior acionista é uma empresa americana sediada no estado americano de Delaware. Embora não haja informações públicas sobre o proprietário, o mercado dá como certo que o empreendimento é comandado por Daniel Birmann.

* texto atualizado em 27/1/2015.


Quer continuar lendo?

Faça um cadastro rápido e tenha acesso gratuito a três reportagens mensalmente.
Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} matérias gratuitas por mês

Você atingiu o seu limite de {{limit_online}} matérias por mês. X

Ja é assinante? Entre aqui >

ou

Aproveite e tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo sobre mercado de capitais!

Acessar loja >




Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  CVM Cade CAPITAL ABERTO mercado de capitais aumento de capital controlador Forjas Taurus CBC ação de responsabilidade civil Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Não - A auditoria se baseia em amostragem; é normal que certos fatos escapem a seu exame
Próxima matéria
Quando se acerta errando: a (re)presentação de pessoas jurídicas em assembleias



Comentários

Escreva o seu comentário sobre este texto!

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Recomendado para você





APROVEITE!

Adquira a Assinatura Superior por apenas R$ 0,90 no primeiro mês e tenha acesso ilimitado aos conteúdos no portal e no App.

Use o cupom 90centavos no carrinho.

A partir do 2º mês a parcela será de R$ 48,00.
Você pode cancelar a sua assinatura a qualquer momento.

Leia também
Não - A auditoria se baseia em amostragem; é normal que certos fatos escapem a seu exame
Uma das normas legais vigentes editadas com o propósito de assegurar maior proteção ao poupador — quer seja ele acionista...