China divulga, pela primeira vez, candidatas a IPO

Captação de recursos/Bimestral/Internacional/Edição 103 / 1 de março de 2012
Por 


A China Securities Regulatory Commission (CSRC), comissão de valores mobiliários da China, quer tornar o processo de abertura de capital das companhias mais transparente. Em fevereiro, deu um passo nesse sentido ao mostrar em seu website, pela primeira vez, uma relação completa das empresas candidatas a uma oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês). A lista, que será atualizada semanalmente, revela que 295 empresas aguardam aprovação para vender ações na Bolsa de Xangai ou no mercado principal da Bolsa de Shenzhen. Outras 220 estão interessadas, especificamente, em ofertar papéis no segmento do pregão de Shenzhen para empresas de pequeno e médio porte de setores inovadores — o Chinext.

O documento não apresenta, contudo, dados facilmente encontrados em outras bolsas do mundo, como o tamanho da oferta e a data do pedido de autorização. Na China, depois de apresentar um pedido para IPO, as empresas costumam aguardar cerca de seis meses até obter o sinal verde para fazer a oferta, mas, dependendo do histórico do emissor e das condições de mercado, esse processo pode demorar até dois anos, dizem analistas.

A CSRC também planeja aumentar, em breve, a transparência sobre as etapas que as empresas têm de percorrer até conseguir a autorização para o IPO . Em 2011, a Bolsa de Xangai foi palco de 36 IPOs de ações do tipo A, com liquidez mais elevada e negociadas na moeda local, o renminbi (RMB), conforme a consultoria norte–americana Dealogic. Já a Bolsa de Shenzhen abrigou ofertas públicas iniciais de 234 companhias. Dessas, 120 abriram o capital no Chinext.


Quer continuar lendo?

Faça um cadastro rápido e tenha acesso gratuito a três reportagens mensalmente.
Tenha o melhor conteúdo do mercado de capitais sem limites ou interrupção.
Assine a partir de R$ 36/mês!
Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} matérias gratuitas por mês

Você atingiu o seu limite de {{limit_online}} matérias por mês. X

Ja é assinante? Entre aqui >

ou

Aproveite e tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo sobre mercado de capitais!

Básica

R$ 4, 90*

Nos três primeiros meses

01 Acesso Digital
-
10% de Desconto em grupos de discussão e workshops
10% de Desconto em cursos
Acervo Digital
sem áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$36,00

Completa

R$ 9, 90

Nos três primeiros meses

01 Acesso Digital
01 Edição Impressa
10% de Desconto em grupos de discussão e workshops
10% de Desconto em cursos
Acervo Digital
sem áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$42,00

Corporativa

R$ 14, 90

Nos três primeiros meses

05 Acessos Digitais
01 Edição Impressa
15% de Desconto em grupos de discussão e workshops
15% de Desconto em cursos
Acervo Digital
sem áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$69,00

Clube de conhecimento

R$ 19, 90

Nos três primeiros meses

05 Acessos Digitais
01 Edição Impressa
20% de Desconto em grupos de discussão e workshops
20% de Desconto em cursos
Acervo Digital
com áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$89,00

**Áudios de todos os grupos de discussão e workshops.




Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  IPO China Bolsa de Xangai Bolsa de Shenzhen Chinext Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Bats vai oferecer listagem grátis para companhias
Próxima matéria
União Europeia poderá obrigar say on pay



Comentários

Escreva o seu comentário sobre este texto!

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Recomendado para você





Leia também
Bats vai oferecer listagem grátis para companhias
Uma iniciativa divulgada pela Bats Global Markets poderá tirar da zona de conforto Nyse Euronext e Nasdaq OMX. Em fevereiro,...