Bancos indianos devem prestar contas de seus IPOs

Captação de recursos/Bimestral/Internacional/Edição 103 / 1 de março de 2012
Por 


Os investidores indianos ganharam acesso a uma informação preciosa para decidir se devem, ou não, comprar ações em uma oferta pública inicial (IPO, na sigla em inglês). O Securities and Exchange Board of India (Sebi), regulador do mercado de capitais local, passou a exigir dos bancos de investimentos que compartilhem com o público informações sobre o desempenho dos IPOs que coordenaram nos últimos três anos. As instituições financeiras devem disponibilizar esse dado no seu website e nos prospectos das ofertas em que vierem a atuar. A iniciativa da Sebi mostra a preocupação do regulador de proteger a enorme massa de pessoas físicas que compram ações nos pregões indianos.

Citigroup, Morgan Stanley e Edelweiss Financial Services foram os primeiros a divulgar esse dado para os investidores, em razão do IPO da Multi Commodity Exchange of India (MCX), o primeiro de uma bolsa no país, que foi coordenado por eles. O Morgan Stanley informou que, dentre os nove IPOs que intermediou desde 2009, seis negociaram as ações com prêmio no primeiro dia de pregão e três, com desconto. O Citi, por sua vez, coordenou seis operações no mesmo período: duas transacionaram os papéis com desconto no primeiro dia e quatro, com prêmio.




Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  IPO Índia Sebi Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
CalSTRS quer que Facebook melhore sua governança
Próxima matéria
Buffett tranqüiliza sobre sua saúde e esconde sucessor



Comentários

Escreva o seu comentário sobre este texto!

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Recomendado para você





Leia também
CalSTRS quer que Facebook melhore sua governança
A estrutura de governança corporativa proposta pela rede social Facebook está incomodando um dos mais poderosos fundos...
{"cart_token":"","hash":"","cart_data":""}