Nos EUA, techs fazem novas ofertas após estreias de sucesso

Quase metade dos follow-ons ocorreram em até 180 dias depois dos IPOs 

Bolsas e conjuntura/Internacional / 14 de novembro de 2018
Por 


Nos EUA, techs fazem novas ofertas após estreias de sucesso

Ilustração: Rodrigo Auada

Algumas gigantes tradicionais do segmento de tecnologia, como Apple e Oracle, recentemente recompraram um total de 115 bilhões de dólares em ações de sua própria emissão. O movimento poderia até configurar uma tendência, mas para as mais novas do setor o momento é de emissão de novos papeis, reporta The Wall Street Journal. Nos primeiros dez meses deste ano, 44% dos follow-ons feitos nos Estados Unidos aconteceram até 180 dias depois dos respectivos IPOs, e muitos deles vieram de empresas de tecnologia que resistiram à listagem por um longo período.

Também, pudera: essas companhias começaram tímidas, vendendo apenas 17% do capital, em média. E então viram suas ações valorizarem-se em média 22%, ante 1,4% de alta do índice S&P500 e de 9,9% do índice específico de empresas de tecnologia. Entre as estreantes de sucesso estão o serviço de streaming de músicas Spotify e a empresa de armazenamento e compartilhamento de dados Dropbox.

O ano de 2018 tem sido relativamente positivo para IPOs nos Estados Unidos, embora ainda eles ainda estejam longe do auge: até agora chegaram ao mercado 212 companhias, que levantaram 57 bilhões de dólares, sendo 50 do setor de tecnologia (captação de 19,7 bilhões de dólares). Muitas empresas têm inclusive usado a bolsa como uma maneira de se valorizar antes de uma aquisição. A plataforma de mensagens corporativas SendGrid, por exemplo, estreou na bolsa no fim de 2017 avaliada em 672 milhões de dólares e seis meses depois valia 1,05 bilhão de dólares. No mês passado, ela foi adquirida pela Twilio por 2 bilhões de dólares.

Leia também: 

O declínio de Wall Street

MSCI cria índice que exclui ações sem direito a voto


Quer continuar lendo?

Faça um cadastro rápido e tenha acesso gratuito a três reportagens mensalmente.

Tenha o melhor conteúdo do mercado de capitais sem limites ou interrupção.
Assine a partir de R$ 36/mês!
Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} matérias gratuitas por mês

Você atingiu o seu limite de {{limit_online}} matérias por mês. X

Ja é assinante? Entre aqui >

ou

Aproveite e tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo sobre mercado de capitais!

Básica

R$ 36 00

Mensal

Acesso Digital
-
Desconto de 10% em grupos de discussão, workshops e cursos de atualização
Acervo Digital

Completa

R$ 42 00

Mensal

Acesso Digital
Edição Impressa
Desconto de 10% em grupos de discussão, workshops e cursos de atualização
Acervo Digital

Corporativa

R$ 69 00

Mensal

Acesso Digital - 5 senhas
-
Desconto de 15% em grupos de discussão, workshops e cursos de atualização
Acervo Digital

Clube de conhecimento

R$ 89 00

Mensal

Acesso Digital - 5 senhas
-
Desconto de 20% em grupos de discussão, workshops e cursos de atualização
Acervo Digital | Acervo de Áudios



Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  Apple follow-on Spotify Oracle Dropbox Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Catastrofismo ou clarividência?
Próxima matéria
Jogo de ganha-ganha de plataformas e assets



Comentários

Escreva o seu comentário sobre este texto!

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Recomendado para você





Leia também
Catastrofismo ou clarividência?
As ações da gigante do setor de energia General Eletric começaram o ano valendo cerca de 19 dólares, mas despencaram...
{"cart_token":"","hash":"","cart_data":""}