Bolsa de Johannesburgo vai fiscalizar balanços em IFRS

Bimestral / Contabilidade e Auditoria / Temas / Internacional / Edição 92 / 1 de abril de 2011
Por 


As companhias que negociam ações na Bolsa de Valores de Johannesburgo (JSE) terão de dobrar a atenção na hora de preparar seus demonstrativos financeiros. No mês passado, a bolsa sul-africana anunciou que vai, voluntariamente, monitorar os balanços de suas 460 companhias listadas. O intuito é “pegar no pulo” empresas que estejam descumprindo os princípios dos International Financial Reporting Standards (IFRS) para elaborar sua contabilidade.

A verificação será feita pelo Painel de Investigação Financeira (Frip, na sigla em inglês), instituído pela JSE, que atuará em parceria com a Universidade de Johannesburgo e o Instituto Sul-Africano de Contadores. Segundo Russell Loubser, CEO da Bolsa, as demonstrações contábeis das empresas serão revisadas, pelo menos, uma vez a cada cinco anos. No entanto, companhias que tenham um histórico ruim de elaboração dos seus balanços ou atuem em setores mais propícios a fraude poderão ter a contabilidade verificada com mais frequência. Com isso, a JSE espera tornar suas empresas mais atraentes e confiáveis para os investidores nacionais e estrangeiros.

De acordo com a Bolsa, as companhias não serão notificadas sobre quando a fiscalização vai ocorrer e também não receberão nenhum resultado dessa análise, a menos que seja identificada irregularidade. Harvey Wainer, presidente do Frip, conta que, internacionalmente, a revisão dos demonstrativos financeiros fica a cargo de órgãos governamentais. Contudo, o governo sul-africano não criou, até o momento, uma estrutura que pudesse exercer esse papel fiscalizador.


Quer continuar lendo?

Você já leu {{limit_offline}} conteúdo(s). Gostaria de ler mais {{limit_online}} gratuitamente?
Faça um cadastro!

Tenha o melhor conteúdo do mercado de capitais sem limites ou interrupção.
Assine a partir de R$ 36/mês!
Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} reportagens gratuitas

Seja um assinante!

Você atingiu o limite de reportagens gratuitas. Que tal se tornar nosso assinante? Além do acesso ao mais especializado conteúdo do mercado de capitais, você terá descontos de até 30% em nossos encontros e cursos. Aproveite!


Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  mercado internacional Contabilidade e Auditoria Normas Internacionais de Contabilidade Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Blue chips poderão ser negociadas de graça em Londres
Próxima matéria
SEC quer proibir salários exagerados nos bancos




Recomendado para você




Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Leia também
Blue chips poderão ser negociadas de graça em Londres
A Bolsa de Londres (LSE) está criando um sistema que abrirá espaço para blue chips de até seis países serem negociadas...