Board interlocking passa a ser proibido na Itália

Legislação e Regulamentação/Internacional/Temas/Edição 106 / 1 de junho de 2012
Por 


Entrou em vigor na Itália uma lei que proíbe uma mesma pessoa de trabalhar como conselheiro de administração em mais de uma instituição financeira ou de crédito atuante no mesmo segmento. A Lei 214/2011, em vigência desde o fim de abril, busca combater o entrelaçamento de conselhos e evitar que um pequeno grupo de profissionais decida o rumo das companhias mais influentes do país. Além disso, a iniciativa visa a preservar a concorrência entre as empresas do setor.

Segundo dados da GMI Ratings, a nova lei deve mexer com mais de 1,5 mil assentos existentes nos boards italianos. Até o momento, a agência de consultoria em governança detectou mudanças nos conselhos da UBI Banca, Mediobanca, Banca Monte dei Paschi di Siena, e Unicredit, inclusive com alterações nos postos de presidente do órgão.

“Essa lei talvez represente a maior mudança na governança corporativa italiana nos últimos tempos, pois mexe com uma cultura de board interlocking arraigada na elite corporativa e financeira do país”, diz a GMI Ratings. A prática, segundo a consultoria, permitia que determinados agentes influenciassem as operações de grandes empresas com uma pequena participação.


Quer continuar lendo?

Faça um cadastro rápido e tenha acesso gratuito a três reportagens mensalmente.
Tenha o melhor conteúdo do mercado de capitais sem limites ou interrupção.
Assine a partir de R$ 4,90 (nos 3 primeiros meses).
Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} matérias gratuitas por mês

Você atingiu o seu limite de {{limit_online}} matérias por mês. X

Ja é assinante? Entre aqui >

ou

Aproveite e tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo sobre mercado de capitais!

Básica

R$ 4, 90*

Nos três primeiros meses

01 Acesso Digital
-
10% de Desconto em grupos de discussão e workshops
10% de Desconto em cursos
Acervo Digital
sem áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$36,00

Completa

R$ 9, 90

Nos três primeiros meses

01 Acesso Digital
01 Edição Impressa
10% de Desconto em grupos de discussão e workshops
10% de Desconto em cursos
Acervo Digital
sem áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$42,00

Corporativa

R$ 14, 90

Nos três primeiros meses

05 Acessos Digitais
01 Edição Impressa
15% de Desconto em grupos de discussão e workshops
15% de Desconto em cursos
Acervo Digital
sem áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$69,00

Clube de conhecimento

R$ 19, 90

Nos três primeiros meses

05 Acessos Digitais
01 Edição Impressa
20% de Desconto em grupos de discussão e workshops
20% de Desconto em cursos
Acervo Digital
com áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$89,00

**Áudios de todos os grupos de discussão e workshops.




Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  Board interlocking Itália Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Governança para private equity
Próxima matéria
Bats vai oferecer listagem grátis para companhias



Comentários

Escreva o seu comentário sobre este texto!

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Recomendado para você





Leia também
Governança para private equity
Com mais de um ano em vigor, completado em 1º de março, o Código ABVCap/Anbima de Regulação e Melhores Práticas para...