BNDES inclui ativos intangíveis no cálculo do risco de crédito



O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) incorporará, em julho, uma nova metodologia para avaliação do capital intangível das candidatas a financiamentos. A informação foi transmitida por Eduardo Rath Fingerl, diretor de mercado de capitais da instituição, durante o Modal Bovespa Mais Day, realizado em junho, no Rio de Janeiro.

A metodologia, concebida em parceria com a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), começou a ser desenvolvida com quatro empresas — Embraer, Genoa (empresa de inovação biotecnológica), Suzano e Totvs — e já foi ampliada para outras 37 companhias. O objetivo é criar um mecanismo que possa incluir na avaliação das empresas seus investimentos em capital intelectual e em inovações, o que pode ajudar a reduzir o risco de crédito.

A atuação do BNDES no segmento de empresas de médio porte está alinhada com a aposta de que essas companhias chegarão à Bolsa de Valores de São Paulo. O Banco Modal, organizador do evento, também tem essa expectativa. Já conta com o mandato de quatro operações: Esbra, que atua no tratamento de resíduos industriais; Multilab, produtora de remédios genéricos e similares; Pilar, fabricante de biscoitos; e GlobalBev, distribuidora de bebidas. Destas, duas esperam chegar ao mercado ainda este ano. “Para o primeiro semestre de 2009, teremos entre duas e quatro novas companhias no Bovespa Mais”, afirma Humberto Tupinambá, sócio-diretor do Modal.


Quer continuar lendo?

Faça um cadastro rápido e tenha acesso gratuito a três reportagens mensalmente.
Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} matérias gratuitas por mês

Você atingiu o seu limite de {{limit_online}} matérias por mês. X

Ja é assinante? Entre aqui >

ou

Aproveite e tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo sobre mercado de capitais!

Acessar loja >




Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  investimentos Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Colegiado da CVM aprova uso de procurações eletrônicas
Próxima matéria
Dez anos de evolução



Comentários

Escreva o seu comentário sobre este texto!

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Recomendado para você





APROVEITE!

Adquira a Assinatura Superior por apenas R$ 0,90 no primeiro mês e tenha acesso ilimitado aos conteúdos no portal e no App.

Use o cupom 90centavos no carrinho.

A partir do 2º mês a parcela será de R$ 48,00.
Você pode cancelar a sua assinatura a qualquer momento.

Leia também
Colegiado da CVM aprova uso de procurações eletrônicas
A participação dos acionistas em assembléias de companhias brasileiras ficou muito mais fácil a partir de junho. Em reunião...