BNDES escolhe gestores para fundo focado em carbono

Gestão de Recursos/Temas/Edição 53 / 1 de janeiro de 2008
Por 


O BNDES lançou, em setembro, o Programa de Desenvolvimento Limpo, que visa a seleção de gestores para administrar dois fundos de investimento em participação (FIPs) que receberão R$ 200 milhões para investir em empresas com capacidade de originar créditos de carbono. Os recursos deverão ser aplicados já no primeiro trimestre de 2008. “Estamos atrás de parceiros com experiência em private equity e no mercado de carbono”, diz Eduardo Bandeira de Mello, chefe do departamento de meio ambiente.

A participação do banco, por meio da BNDES Participações S.A. (BNDESPar), será limitada a, no máximo, 40% das cotas emitidas. Espera-se que o valor total captado em cada FIP atinja R$ 300 milhões. A iniciativa constitui um meio alternativo aos tradicionais instrumentos de dívida para atuar neste nicho de companhias. E, segundo Bandeira de Mello, está em linha com a estratégia do banco de estimular ações de caráter socioambiental.

O banco também está negociando junto ao comitê executivo da Convenção do Clima, órgão vinculado à Organização das Nações Unidas (ONU), para que novas práticas passem a originar créditos de carbono. Ele cita como exemplos a redução no desmatamento e a substituição de meios de transporte poluentes por outros que não agridem o meio ambiente. “O Brasil está inovando e estará na vanguarda caso essas reivindicações sejam aceitas”, diz Bandeira.


Quer continuar lendo?

Faça um cadastro rápido e tenha acesso gratuito a três reportagens mensalmente.
Tenha o melhor conteúdo do mercado de capitais sem limites ou interrupção.
Assine a partir de R$ 4,90 (nos 3 primeiros meses).
Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} matérias gratuitas por mês

Você atingiu o seu limite de {{limit_online}} matérias por mês. X

Ja é assinante? Entre aqui >

ou

Aproveite e tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo sobre mercado de capitais!

Básica

R$ 4, 90*

Nos três primeiros meses

01 Acesso Digital
-
10% de Desconto em grupos de discussão e workshops
10% de Desconto em cursos
Acervo Digital
sem áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$36,00

Completa

R$ 9, 90

Nos três primeiros meses

01 Acesso Digital
01 Edição Impressa
10% de Desconto em grupos de discussão e workshops
10% de Desconto em cursos
Acervo Digital
sem áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$42,00

Corporativa

R$ 14, 90

Nos três primeiros meses

05 Acessos Digitais
01 Edição Impressa
15% de Desconto em grupos de discussão e workshops
15% de Desconto em cursos
Acervo Digital
sem áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$69,00

Clube de conhecimento

R$ 19, 90

Nos três primeiros meses

05 Acessos Digitais
01 Edição Impressa
20% de Desconto em grupos de discussão e workshops
20% de Desconto em cursos
Acervo Digital
com áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$89,00

**Áudios de todos os grupos de discussão e workshops.




Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  Fundos de investimento Créditos de carbono Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Bom, mas não tanto
Próxima matéria
Previ quer material de preparação para as assembleias



Comentários

Escreva o seu comentário sobre este texto!

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Recomendado para você





Leia também
Bom, mas não tanto
  Encerrado um ano tão vibrante para o mercado de capitais como o de 2007, é natural a vontade de repetir a dose....