Após início trôpego, empresas passam a gostar da SOX

Bimestral/Relações com Investidores/Internacional/Temas/Edição 83 / 1 de julho de 2010
Por 


Finalmente, as empresas norte-americanas parecem ter se rendido à exigente e custosa Lei Sarbanes-Oxley (SOX). Estudo feito pela consultoria em controles internos Protiviti mostra que, depois de algum tempo de compliance marcado pela insatisfação, as empresas conseguiram diminuir suas despesas com as exigências da lei e enxergar os benefícios compensando custos.

Quando estavam no primeiro ano de SOX, 61% das companhias consultadas afirmavam que os benefícios proporcionados pela lei não estavam compensando os altos custos. Em 2009, a parcela de insatisfeitos havia caído para 30%. A razão disso está na diminuição dos gastos. Para 23% das empresas, os custos relacionados com a SOX caíram mais de 70% do primeiro ano até 2009; para 40%, a queda foi de 30% a 70%; para 30% delas, as despesas se tornaram 30% menores.

“Depois do primeiro ano, as empresas adquirem confiança para realizar a maior parte do trabalho de compliance internamente”, diz o estudo. Hoje, mais da metade da amostra entrevistada realiza todo o trabalho dentro de casa. No primeiro ano, 27% das companhias terceirizavam 75% ou mais do trabalho relativo à SOX. Após o quarto ano, apenas 2% ainda delegavam 75% do trabalho a terceiros.

Dentre os principais benefícios identificados pelas 400 companhias consultadas estão: melhor compreensão dos mecanismos de controles internos; maior efetividade das operações; e melhora na qualidade do trabalho da auditoria interna.


Quer continuar lendo?

Faça um cadastro rápido e tenha acesso gratuito a três reportagens mensalmente.
Tenha o melhor conteúdo do mercado de capitais sem limites ou interrupção.
Assine a partir de R$ 4,90 (nos 3 primeiros meses).
Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} matérias gratuitas por mês

Você atingiu o seu limite de {{limit_online}} matérias por mês. X

Ja é assinante? Entre aqui >

ou

Aproveite e tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo sobre mercado de capitais!

Básica

R$ 4, 90*

Nos três primeiros meses

01 Acesso Digital
-
10% de Desconto em grupos de discussão e workshops
10% de Desconto em cursos
Acervo Digital
sem áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$36,00

Completa

R$ 9, 90

Nos três primeiros meses

01 Acesso Digital
01 Edição Impressa
10% de Desconto em grupos de discussão e workshops
10% de Desconto em cursos
Acervo Digital
sem áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$42,00

Corporativa

R$ 14, 90

Nos três primeiros meses

05 Acessos Digitais
01 Edição Impressa
15% de Desconto em grupos de discussão e workshops
15% de Desconto em cursos
Acervo Digital
sem áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$69,00

Clube de conhecimento

R$ 19, 90

Nos três primeiros meses

05 Acessos Digitais
01 Edição Impressa
20% de Desconto em grupos de discussão e workshops
20% de Desconto em cursos
Acervo Digital
com áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$89,00

**Áudios de todos os grupos de discussão e workshops.




Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  Sarbanes-Oxley Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Era uma vez em uma terra distante...
Próxima matéria
Europa propõe regulador para agências de rating



Comentários

Escreva o seu comentário sobre este texto!

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Recomendado para você





Leia também
Era uma vez em uma terra distante...
Alguém já ouviu falar da baía de Mosquitia e do território de Poyais? Embora ambos os nomes exalem o doce odor da fraude,...