Acesso liberado

Sociedades limitadas poderão fazer emissões públicas de notas promissórias na categoria B

Bimestral/Legislação e Regulamentação/Temas/Edição 79 / 1 de março de 2010
Por  e


O artigo 33 da Instrução 480 da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), lançada no fim do ano passado, trouxe uma novidade para as emissões de notas promissórias (NP): permitiu que sociedades organizadas sob a forma de limitadas obtenham registro na autarquia e lancem esses títulos para negociação pública. Até então, prevalecia o entendimento de que somente sociedades anônimas estavam autorizadas pela CVM a emitir notas promissórias.

Diante da mudança, a Cetip soltou comunicado, em 27 de janeiro, no qual dizia que aceitaria o registro para distribuição e custódia eletrônica de notas comerciais de emissão de sociedades limitadas, conforme prevê a Instrução 480. E esses papéis deveriam ter prazos e condições iguais aos emitidos por S.As. de capital fechado. Ou seja, apesar de o Código Civil – por meio do Decreto 57.663, de 24 de janeiro de 1966 — regular detalhadamente as características de NPs para sociedades limitadas, o que está valendo para essas empresas quando a emissão for pública é a Instrução 134/09 da CVM, direcionada exclusivamente às sociedades anônimas. Uma das limitações impostas por essa norma é o prazo de vencimento das NPs: de 180 dias para as companhias fechadas e de 360 para as abertas. Esse é o entendimento de advogados.

Erik Oioli, sócio do escritório Vaz, Barreto, Shingaki e Oioli Advogados, esclarece que, apesar de a aplicação da Instrução 134/09 da CVM ser tecnicamente incorreta nesse caso, ela é, conservadoramente, a melhor opção. Isso porque o Código Civil, diferentemente da Instrução 134/09, não traz qualquer limite em relação ao prazo de vencimento desse título. Para o advogado, seria bom a CVM se manifestar publicamente sobre o assunto ou editar regra a respeito, uma vez que a Instrução 480 não detalha as características e a forma como as NPs devem ser emitidas pelas sociedades limitadas. “Isso cria uma insegurança no mercado”, ressalta Oioli. Questionada pela CAPITAL ABERTO sobre a possibilidade de promulgar norma a respeito, a CVM afirmou que não tem nada previsto.

Jean Arakawa, advogado do escritório Mattos Filho, coloca em dúvida a atratividade de emitir notas na categoria B. Ele lembra que, ao possuir esse registro, as empresas têm a obrigação de elaborar o formulário de referência e atualizar suas informações (por exemplo, em casos de alteração do administrador ou de aquisição de participação relevante). Nas limitadas, situações desse tipo não requerem qualquer tipo de divulgação.


Quer continuar lendo?

Faça um cadastro rápido e tenha acesso gratuito a três reportagens mensalmente.

Tenha o melhor conteúdo do mercado de capitais sem limites ou interrupção.
Assine a partir de R$ 36/mês!
Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} matérias gratuitas por mês

Você atingiu o seu limite de {{limit_online}} matérias por mês. X

Ja é assinante? Entre aqui >

ou

Aproveite e tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo sobre mercado de capitais!

Básica

R$ 36 00

Mensal

Acesso Digital
-
Desconto de 10% em grupos de discussão, workshops e cursos de atualização
Acervo Digital

Completa

R$ 42 00

Mensal

Acesso Digital
Edição Impressa
Desconto de 10% em grupos de discussão, workshops e cursos de atualização
Acervo Digital

Corporativa

R$ 69 00

Mensal

Acesso Digital - 5 senhas
-
Desconto de 15% em grupos de discussão, workshops e cursos de atualização
Acervo Digital

Clube de conhecimento

R$ 89 00

Mensal

Acesso Digital - 5 senhas
-
Desconto de 20% em grupos de discussão, workshops e cursos de atualização
Acervo Digital | Acervo de Áudios



Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  CVM Legislação societária e regulamentação Notas Promissórias Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Aliança com o mercado
Próxima matéria
SEC restringe short selling em casos de forte queda do papel



Comentários

Escreva o seu comentário sobre este texto!

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Recomendado para você





Leia também
Aliança com o mercado
Com a publicação da minuta da regra que vai substituir a Instrução 40, sobre clubes de investimento, a Comissão de Valores...
{"cart_token":"","hash":"","cart_data":""}