Os exageros nas notas explicativas

31/10/2013

Sem categoria / 30 de setembro de 2013
Por     /    Versão para impressão Versão para impressão


Eliseu Martins*/ Ilustração: Julia Padula

O assunto “tamanho dos balanços publicados” virou grande polêmica. Apesar de o custo dessa divulgação também suscitar enormes preocupações, o interessante é que há imensa quantidade de críticas quanto a dois aspectos qualitativos: tamanho enorme de divulgação não significa grande conjunto de informações relevantes disponibilizadas; e parecem faltar informações relevantes nesse mar de palavras e números. Ou seja, é visível que estão todos descontentes: preparadores, auditores, usuários e, pelo que saibamos, órgãos reguladores também.
Mas o interessante é que todas as boas dicas para que essas publicações sejam resumidas, contendo somente informações relevantes (e todas elas), já existem e estão explícitas nas próprias normas — principalmente nos documentos do Comitê de Pronunciamentos Contábeis (CPCs) 00, sobre a estrutura conceitual, e 26 (Apresentação das Demonstrações Contábeis). Por exemplo, a determinação de que somente informações relevantes precisam constar nas notas explicativas, independentemente de exigências específicas nas normas; ou a de que somente as políticas contábeis significativas sejam descritas.
Porém, quando as coisas estão à vista, mas muito dispersas em vários lugares e parece que ninguém vê, o mais simples é juntá-las todas, dar-lhes uma cara de novidade, adicionar o que parece faltar e emitir um documento novo.
E é exatamente isso o que o International Accounting Standards Board (Iasb) está agora programando. Mas, como pode demorar a sair, o melhor é cuidarmos dos nossos problemas tupiniquins por antecipação, não acham? De preferência já para o próximo lote, de dezembro de 2013. Por isso é que vemos com grande satisfação o CPC decidido a atacar o problema. Deveremos ter notícias dentro em breve.


Quer continuar lendo?

Faça um cadastro rápido e tenha acesso gratuito a três reportagens mensalmente.
Tenha o melhor conteúdo do mercado de capitais sem limites ou interrupção.
Assine a partir de R$ 4,90 (nos 3 primeiros meses).
Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} matérias gratuitas por mês

Você atingiu o seu limite de {{limit_online}} matérias por mês. X

Ja é assinante? Entre aqui >

ou

Aproveite e tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo sobre mercado de capitais!

Básica

R$ 4, 90*

Nos três primeiros meses

01 Acesso Digital
-
10% de Desconto em grupos de discussão e workshops
10% de Desconto em cursos
Acervo Digital
sem áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$36,00

Completa

R$ 9, 90

Nos três primeiros meses

01 Acesso Digital
01 Edição Impressa
10% de Desconto em grupos de discussão e workshops
10% de Desconto em cursos
Acervo Digital
sem áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$42,00

Corporativa

R$ 14, 90

Nos três primeiros meses

05 Acessos Digitais
01 Edição Impressa
15% de Desconto em grupos de discussão e workshops
15% de Desconto em cursos
Acervo Digital
sem áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$69,00

Clube de conhecimento

R$ 19, 90

Nos três primeiros meses

05 Acessos Digitais
01 Edição Impressa
20% de Desconto em grupos de discussão e workshops
20% de Desconto em cursos
Acervo Digital
com áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$89,00

**Áudios de todos os grupos de discussão e workshops.




Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  Iasb CAPITAL ABERTO mercado de capitais CPC Comitê de Pronunciamentos Contábeis balanço informações relevantes nota explicativa Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Instrução Normativa 1.397: essa doeu (mas o antídoto veio rápido) — Parte II
Próxima matéria
London, London, London



Comentários

Escreva o seu comentário sobre este texto!

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Recomendado para você





Leia também
Instrução Normativa 1.397: essa doeu (mas o antídoto veio rápido) — Parte II
Bem, entre mortos e feridos, salvaram-se quase todos. Ufa!!! Depois de toda a perplexidade e de todo o susto, o secretário...