O mais gongado

Sem categoria / 23 de maio de 2013
Por 


Na gíria da internet, “gongar” quer dizer falar mal de algo ou alguém. Eike Batista perdeu o título de mais rico do Brasil, mas pode ganhar o de empresário brasileiro mais “gongado” nas redes sociais. Em março, com notícias de queda das ações e de metas não atingidas, seu nome não saiu do Twitter. Muitos chilenos comentavam a desistência do empresário de investir em um projeto de mineração no Atacama. “O Eike tem mais de US$ 8 bilhões em dívida bancária. Por isso ele queria tanto que Central Castilla fosse aprovada”, disse um chileno, referindo-se à termelétrica que Eike queria construir na região e que foi vetada pela Justiça do país.


Quer continuar lendo?

Faça um cadastro rápido e tenha acesso gratuito a três reportagens mensalmente.

Tenha o melhor conteúdo do mercado de capitais sem limites ou interrupção.
Assine a partir de R$ 36/mês!
Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} matérias gratuitas por mês

Você atingiu o seu limite de {{limit_online}} matérias por mês. X

Ja é assinante? Entre aqui >

ou

Aproveite e tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo sobre mercado de capitais!

Básica

R$ 36 00

Mensal

Acesso Digital
-
Desconto de 10% em grupos de discussão, workshops e cursos de atualização
Acervo Digital

Completa

R$ 42 00

Mensal

Acesso Digital
Edição Impressa
Desconto de 10% em grupos de discussão, workshops e cursos de atualização
Acervo Digital

Corporativa

R$ 69 00

Mensal

Acesso Digital - 5 senhas
-
Desconto de 15% em grupos de discussão, workshops e cursos de atualização
Acervo Digital

Clube de conhecimento

R$ 89 00

Mensal

Acesso Digital - 5 senhas
-
Desconto de 20% em grupos de discussão, workshops e cursos de atualização
Acervo Digital | Acervo de Áudios



Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie

Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
A tragédia da Laep
Próxima matéria
A passos lentos



Comentários

Escreva o seu comentário sobre este texto!

O seu endereço de e-mail não será publicado.




Leia também
A tragédia da Laep
  A Laep estreou na bolsa de valores em 2007, em meio a uma onda de euforia que tomou conta do mercado brasileiro....
{"cart_token":"","hash":"","cart_data":""}