Dez ofertas de PMEs nos próximos quatro anos: eis o objetivo do BNDES

6/11/2014

Captação de recursos/Sem categoria/Seletas / 6 de novembro de 2014
Por 


Se a expectativa do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) se confirmar, no fim de 2018 o mercado brasileiro terá dez novas pequenas ou médias empresas (PMEs) com ações negociadas em bolsas de valores, de acordo com Leonardo Pereira, diretor de fundos de investimento da instituição. Essas companhias devem vir do portfólio de duas gestoras selecionadas pelo banco de fomento para receber um aporte total de R$ 200 milhões, a Leblon Equities e a Brasil Plural.

O investimento faz parte do projeto do banco para estimular o mercado de capitais e torná-lo uma opção de financiamento para PMEs. O BNDES lançou, em abril desse ano, um pacote de R$ 3 bilhões para incentivar o mercado de acesso — segmento da bolsa voltado a ofertas de valor mais baixo. Atualmente, o único espaço do gênero em atividade no Brasil é o Bovespa Mais, da BM&FBovespa.

Além do dinheiro destinado a gestoras, o banco promete atuar como investidor âncora, adquirindo ações no momento da oferta pública e investindo em cotas de fundos de ações específicos para o mercado de acesso, regulados pela Instrução 549 da CVM. “Algumas dessas ofertas serão com esforços restritos”, disse Filipe Borsato, gerente da área de capital empreendedor do BNDES, se referindo à recente reforma da Instrução 476, editada no fim de setembro. Agora, companhias podem oferecer ações para, no máximo, 75 investidores e vendê-las para até 50 sem ter que registrar a oferta no regulador; bastará, apenas, notificá-lo a respeito do início e do encerramento da distribuição.


Quer continuar lendo?

Faça um cadastro rápido e tenha acesso gratuito a três reportagens mensalmente.
Tenha o melhor conteúdo do mercado de capitais sem limites ou interrupção.
Assine a partir de R$ 4,90 (nos 3 primeiros meses).
Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} matérias gratuitas por mês

Você atingiu o seu limite de {{limit_online}} matérias por mês. X

Ja é assinante? Entre aqui >

ou

Aproveite e tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo sobre mercado de capitais!

Básica

R$ 4, 90*

Nos três primeiros meses

01 Acesso Digital
-
10% de Desconto em grupos de discussão e workshops
10% de Desconto em cursos
Acervo Digital
sem áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$36,00

Completa

R$ 9, 90

Nos três primeiros meses

01 Acesso Digital
01 Edição Impressa
10% de Desconto em grupos de discussão e workshops
10% de Desconto em cursos
Acervo Digital
sem áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$42,00

Corporativa

R$ 14, 90

Nos três primeiros meses

05 Acessos Digitais
01 Edição Impressa
15% de Desconto em grupos de discussão e workshops
15% de Desconto em cursos
Acervo Digital
sem áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$69,00

Clube de conhecimento

R$ 19, 90

Nos três primeiros meses

05 Acessos Digitais
01 Edição Impressa
20% de Desconto em grupos de discussão e workshops
20% de Desconto em cursos
Acervo Digital
com áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$89,00

**Áudios de todos os grupos de discussão e workshops.




Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  Bovespa Mais CVM CAPITAL ABERTO mercado de capitais BNDES Instrução 476 segmento de acesso mercado de acesso PME Filipe Borsato 476 Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Seminário sobre Petróleo e Gás
Próxima matéria
Com retorno médio de 17,1%, indústria de private equity busca formas de ter mais rentabilidade



Comentários

Escreva o seu comentário sobre este texto!

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Recomendado para você





Leia também
Seminário sobre Petróleo e Gás