Combate ao insider trading

14/11/2014



Geraldo Soares*/ Ilustração: Julia Padula

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) anunciou recentemente esforços para aprimorar mecanismos contra a prática de insider trading no mercado de capitais brasileiro. Insider existe sempre, pois a administração da empresa, fornecedores e outros stakeholders possuem informações não tornadas públicas. É crime se utilizar disso para negociar ações da companhia, pois o princípio da igualdade não é respeitado. Se temos problemas no controle, fiscalização e punição do insider trading mesmo o nosso mercado sendo relativamente pequeno em comparação ao PIB do País, imagina se tivéssemos um mercado grande! É fundamental criarmos uma estrutura de fiscalização e punição relevante contra a negociação com informação privilegiada tanto em temos financeiros como de supressão da liberdade de ir e vir. Devemos congratular e apoiar ações que visem o combate dessa prática nociva ao desenvolvimento do nosso mercado, cujos efeitos impactam não só as companhias como os investidores e demais agentes.


Quer continuar lendo?

Faça um cadastro rápido e tenha acesso gratuito a três reportagens mensalmente.
Quero me cadastrar!

Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} matérias gratuitas por mês

Você atingiu o seu limite de {{limit_online}} matérias por mês. X

Ja é assinante? Entre aqui > 2

teste

ou

Aproveite e tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo sobre mercado de capitais!

Acessar loja >




Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie

Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
A arte de ser relevante